Coisas simples que já foram consideradas pecado pela igreja católica

Coisas simples que já foram consideradas pecado pela igreja católica

factoid
Autor factoid
Curiosidades
Coleção Curiosidades
Coisas simples que já foram consideradas pecado pela igreja católica

A igreja católica tem grande relevância para a sociedade. Seja na cultura e até nas leis, principalmente nos países ocidentais. Conheça três coisas que já foram consideradas pecado pela igreja católica.

A origem do catolicismo está ligada ao nascimento de Jesus. Depois de sua morte, a missão de quem o seguia, era de pregar os ensinamentos deixados por ele.

Mesmo não sendo praticante dessa religião, muito provavelmente você já esbarrou em algum pecado católico. A Bíblia menciona diversos dele, como assassinato ou adultério, por exemplo.

Durante centenas de anos, única maneira dos fiéis terem acesso aos textos sagrados, era através dos padres. Muito pela dificuldade de conseguir livros, mas principalmente porque a maior parte da população, não sabia ler.

Talvez por isso, há diversos atos que por muito tempo foram considerados pecados, e hoje a igreja não dá tanta relevância assim. Conheça três coisas que já foram consideradas pecado.

Apostas

Durante algum tempo, fazer apostas ou jogos de azar, eram considerados um sinal de ausência de Deus. No entanto o catolicismo não considera a prática, um pecado.

A igreja entende que, jogos só se tornam pecado quando a pessoa deixa de fazer suas obrigações para apostar. Outra situação é quando vira um vício.

Ciência

A ciência nunca foi um pecado. Porém, na Idade Média, bastava uma ideia ir contra o que a igreja defendia, para tornar-se pecado. Naquele tempo, por exemplo, a igreja defendia que a Terra era o centro do universo.

No século 17, Galileu Galilei, conseguiu provar com ajuda de telescópio, que o sol era o centro do universo. Essa descoberta se contrapôs totalmente a ideia da igreja, que o proibiu de difundir seus estudos.

Em 1633, Galileu Galilei, foi condenado por heresia e à prisão. Somente no ano de 1992, o Papa João Paulo II reconheceu que sua condenação foi um engano. Hoje o catolicismo não intervém mais nos estudos científicos.

Mentira

Há diversas passagens na bíblia que condenam a mentira. A doutrina ensina que mentira é sempre algo mal. Porém esse pecado já não tem tanta relevância nos dias de hoje.

Mentir para salvar alguém, autoproteção, e até preservar um segredo, não são mais considerados pecado. No entanto, a mentira torna-se pecado mortal, aquele que afasta o homem de Deus, quando é dita para prejudicar alguém. 

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500