Cinco esportes que exigem menos esforço físico

Quando se fala em esporte, logo se imagina algo que exija muito esforço físico, como é o caso do futebol, das corridas, da natação. Mas existem algumas modalidades de esporte que não exigem tanto esforço físico assim.

Essa lista de modalidades nos lembra que também é correto recorrer aos esportes não apenas pelo apreço ao corpo, mas para treinar a mente e o bem-estar emocional.

O que define um esporte?

Lembrando que esporte se refere a qualquer tipo de prática que tem as seguintes características:

  • estar subordinada a algum órgão oficial;
  • ter regras fixas;
  • ser competitiva; e
  • o praticante ser um profissional que ganha a vida por meio dele.
  • Nesses esportes a concentração, a memória e coordenação são levados mais em conta do que os esforços corporais em si.

    Sinuca

    A sinuca aparentemente parece um jogo de diversão, que combina muito com bares e botecos.

    Entretanto, a sinuca foi reconhecida como esporte pelo CDN – Conselho Nacional de Desporto, em 1988. Atualmente, é possível encontrar vários campeonatos.

    A sinuca não exige esforço físico

    por se tratar de um jogo de mesa, com tacos e bolas e o maior movimento que poderá fazer vai ser na hora de posicionar o taco.

    Pesca

    Embora a pesca envolva esforço físico, especialmente na pesca de grandes peixes, ela inclui também grandes espaços de relaxamento onde o esportista pode até cair no sono!

    Ela trabalha mais a concentração e paciência do que propriamente o corpo.

    O objetivo na pesca é fisgar o peixe, sem uso para consumo e comércio. Por isso eles são devolvidos a natureza.

    Os praticantes de pesca esportiva costumam pesar, medir e fotografar o peixe antes de devolvê-lo.

    Xadrez

    Embora xadrez também possa ser incluído em uma atividade mental, por exigir muita concentração e estratégia, mas também é considerado um esporte.

    Apesar de parecer difícil, pode ser praticado por todos, é só conhecer as regras e treinar. Talvez seja o que menos exige esforço físico, mas com certeza um grande esforço mental.

    Poker

    O jogo foi reconhecido como "esporte da mente" em assembleia da IMSA (International Mind Sports Association). E desde 2009, o Ministério do Esporte reconhece o pôquer como uma atividade esportiva no Brasil.

    Já vimos na lista que o fato da pessoa ficar sentada, escolhendo suas jogadas não é motivo para não ser considerado esporte. Exatamente por isso o poker se enquadra nisso.

    Oficialmente o poker é descrito como:

    “Uma prática de competição em que se exige inteligência, capacidade, habilidades intelectuais e comportamentais para se obter sucesso.”

    Hipismo

    Esse é um diferencial na lista. O certo é dizer que o hipismo não exige tanto esforço físico ao invés de “não exige esforço nenhum” porque o fato de se estar montando um cavalo é, no mínimo, desafiador.

    É o maior esporte feito com cavalos no mundo inteiro. As provas envolvem saltos, adestramento, corridas, atrelagem e o pólo.

    0