SEGUE
Saúde

Dicas de saúde Coleção

SergioRIOSergioRIO
5 Historia
0 Seguidor
0 Compartilhar

Com doença degenerativa, general Villas Bôas defende maconha medicinal

O atual assessor do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Eduardo Villas Bôas, defendeu o uso da maconha medicinal. O militar possui uma doença neuromotora degenerativa e corre o risco de não poder mais falar.

Dentre as várias alternativas usadas para conseguir manter sua saúde, o general contou em uma entrevista ao SBT que foi apresentado ao canabidol, um dos vários compostos presentes na maconha.

Embora não tenha usado, Villas Bôas defendeu a chamada “maconha medicinal” e citou a “hipocrisia social” ao comentar sobre as dificuldades de quem precisa ter acesso ao tratamento.

“Eu não entendo por que ao mesmo tempo que tem gente lutando aí, defendendo a legalização da maconha, está tão difícil se obter esses medicamentos para efeito medicinal. Eu acho, de certa forma, até uma hipocrisia social e vejo a luta de algumas pessoas que dependem disso para minimizar sintomas de efeitos de algumas doenças que têm dificuldade”, disse ofegante.

Villas Bôas afirmou que pretende abrir um instituo com sua filha Adriana para que pessoas que sofrem de doenças incapacitantes como a dele possam ser ajudadas. Ele deixou o comando do Exército no início desse ano, em uma despedida emocionante.

0
0
0
0