Dicas para fazer a sua viagem ser inesquecível

Dicas para fazer a sua viagem ser inesquecível

Dicas para fazer a sua viagem ser inesquecível

Viajar é uma boa maneira de conhecermos novas culturas, além de propiciar uma conexão com o nosso eu interior e com o mundo que nos cerca. Além disso, constrói memórias pela capacidade incrível de produzir boas histórias, cheias de significados e lembranças.

Tenho boas histórias de viagem e adoro relembrá-las: elas me proporcionam aconchego e a sensação de que a vida é o que vivemos enquanto estamos fora do trabalho, enquanto podemos ser nós mesmos sem as máscaras sociais que nos são impostas todos os dias.

Uma viagem inesquecível não precisa, necessariamente, ser muito cara ou para um lugar badalado – há outros fatores que devem ser levados em consideração na análise:

Escolha do lugar

A minha primeira viagem sem os meus pais foi para o Rio Grande do Sul, quando eu tinha 19 anos. Minha amiga e eu saímos de São Paulo, de ônibus, para passar as festas de final de ano na capital gaúcha. Como não tínhamos muito dinheiro, nos hospedamos em um hotel ao lado da rodoviária, sem nenhum luxo, mas com segurança para deixarmos nossos pertences e sairmos para explorar o estado, visitando cada dia uma cidade diferente.

E durante uma semana conhecemos a Serra Gaúcha, o litoral, Porto Alegre e sua região metropolitana. E a diversão estava em nos sentirmos adultas, controlando nosso próprio horário e fazendo um orçamento apertado ser suficiente para bancar comida e passeios durante uma semana. Foi incrível.

Você irá enfrentar situações difíceis – e isso pode ser legal

Recentemente eu fui para o Chile e não falo uma palavra de espanhol. Tinha a impressão de que o meu portunhol seria suficiente para me comunicar com os habitantes locais e sim, na maioria do tempo, ele foi. Houve momentos, porém, em que eu não era capaz de compreender as instruções que eles me davam e eles também não compreendiam os meus pedidos.

No fim, não tenha medo de se relacionar com os locais - apesar das barreiras culturais e linguísticas, se abrir ao diferente pode propiciar situações fantásticas e gratificantes.

Esteja aberto ao inesperado

Segurança é sempre bom, mas uma boa viagem deve permitir ações fora dos roteiros, longe dos guias e dos lugares frequentados somente por turistas. Caso você não fale em inglês, talvez se sinta mais confortável sendo guiado por uma agente de turismo em Nova York, mas não fique somente na Times Square.

Há lugares incríveis fora dos letreiros iluminados e dos outlets que farão com que a sua experiência seja potencializada. Uma vez me sentei numa calçada do Queens para tomar uma cerveja produzida numa pequena cervejaria do bairro. E até hoje sinto saudades daquela Nova York, cercada por gente que passeava com o cachorro e sentou-se ali para apreciar o cair da noite.

Seja básico

Grandes malas não são funcionais. Leve somente o essencial, você está passeando, permita-se ser simples. Tire menos selfies e aprecie o ambiente sem as lentes dos celulares. Desligue-se da internet e seja capaz de aproveitar alguns momentos longe da rede. Será, certamente, transformador.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500