Eduardo Bolsonaro fala em “cristofobia” – entenda 

Eduardo Bolsonaro fala em “cristofobia” – entenda 

Política
Coleção Política
Eduardo Bolsonaro fala em “cristofobia” – entenda 

“Cristãos são muito perseguidos em outros países, em que pese ninguém falar em cristofobia. Diz Eduardo Bolsonaro sobre o atentado do Sri Lanka. Veja

O deputado federal Eduardo Bolsonaro se pronunciou sobre a cristofobia no perfil de seu Twitter. Seu comentário foi uma leve crítica ao atentado do Sri Lanka que ocorreu nesse domingo 21/4.

De acordo com a sua publicação, ele se referia a um post do ministro das relações exteriores, Ernesto Araújo, que disse o seguinte:

Cristões pagaram com a vida pela sua fé em Cristo, e amanhecerão com Ele no paraíso”.

Segundo Eduardo Bolsonaro, esse tipo de atentado pode ser considerado cristofobia. Pois desde muito os cristões são perseguidos ao redor do mundo. Entenda.

O que é cristofobia?

Cristofobia é um termo dado a pessoas que tem fobia (medo extremo) de outras pessoas que creem em determinada religião.

A cristofobia também pode ser descrita como o real motivo pelo qual inúmeros lugares do mundo sofrem atentados aleatórios. Apesar de ser um temo pouco conhecido, a cristofobia ao redor do mundo é mais comum do que todos imaginam.

Esse tipo de perseguição não é exatamente tão conhecida pois não atraem muitos holofotes ao redor do mundo. Muito dessas mortes são consideradas apenas atentados ou atos de terroristas com pretensão apenas de matar grandes quantidades de pessoas.

Todavia, por muitos líderes religiosos, é um ato extremo de cristofobia. Também é intolerância contra a crença de que exista um Cristo em que muitos acreditam.

Esses atentados cristofobicos existem em inúmeros países do mundo. No entanto existem em países onde esses ataques não passam de ações terroristas. Países como:

  • Sudão

  • Nigéria

  • Israel

  • Índia

  • Egito

São os que mais costumam sofrer com esse tipo de ação. O numero de vitaminas nesses países aumentam gradativamente passando a cerca de 100 mil vitimas por ano.

A grande maioria dessas vitimas são pessoas de religiões muçulmanas. E esses atentados é comumente praticada por grupos terroristas e, ou, extremistas que aterrorizam países e religiosos pelo mundo.

Cristofobia segundo a mídia

Engana-se quem pensa que a cristofobia é algo que vem tomando forma recentemente. Em 2015 o jornalista Reinaldo Azevedo produziu um artigo falando sobre a cristofobia ao redor do mundo.

Na época Reinaldo Azevedo destacou em seu artigo tragédias ocorridas em igrejas e escola da África. Essas igrejas foram erguidas e governadas por brasileiros que se consideravam cristãos.

Esses ataques, segundo a mídia, foram feitos por conta de uma crítica ao islamismo publicada em forma de charge. Segundo eles, esse havia sido o motivo do ataque terrorista às igrejas e também à escola.

Ele também destacou ataques no Sudão onde militares islâmicos mataram cerca de 400 mil pessoas. Esses ataques, segundo a mídia, foram organizados por pequenos grupos rebeldes de terroristas islâmicos buscando chamar atenção da mídia.

Reinaldo Azevedo, por sua vez, fez um protesto em seu artigo. Ele destacou e explicou que as desculpas para a razão do ataque apenas maquiava o verdadeiro motivo do ataque. Ou seja, cristofobia, pois ambos os grupos atacados seguiam a religião cristã. 

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
Bolsonaro condecorará filhos e outras 50 pessoas com Medalha Naval
2.
Jovem com deficiência e familiares são agredidos por PM's em comemoração de crisma
3.
Dono da Havan diz que entrega presentes para casamento de Lula na prisão
4.
“Quem discorda do Bolsonaro é comunista” Kim Kataguiri critica presidente
5.
UEFA não garante segurança e Mkhitaryan está fora da final da Euro League
6.
Janaína Paschoal critica sanidade mental de Bolsonaro e ameaça deixar PSL
7.
‘Daenerys’ comenta a reação que teve ao ver o roteiro final de Game of Thrones
8.
Bolsonaro usa vídeo “inusitado” para se defender das manifestações 
9.
Maior corte da Educação nos últimos 5 anos foi feito por Dilma, em 2015
10.
Joana D’Arc: Um dos maiores orgulhos recentes do país mentiu em sua história
500x500
500x500