Esquizofrenia dos Cristãos.

Esquizofrenia dos Cristãos.

Esquizofrenia dos Cristãos.

Somos esquizofrênicos em relação a Deus ou Deus é bipolar em relação a nós. Como cremos quem Ele é quem é; de fato quase todos estamos agindo com esquizofrenia em relação a Deus.

Pelo simples perigo de ler a bíblia sem entender em que “era” estamos - dispensacão para os teólogos. Muitos vivem na gangorra em saber quem Deus é, porque crêem no filho de Deus más não que ele seja O filho de Deus – tal como Deus.

Por quê? Porque no velho testamento Deus amava, odiava, enraivecia, se vingava, castigava, guerreia, aborrece, despreza e ajuda. E vem Jesus dizendo eu e o pai somos um, quem vê a mim vê ao pai, ninguém viu o pai a não ser aquele que os revelou em Jesus, só que agora Deus sente fome, chora, é tentado, se sente traído, tem saudades, se sente abandonado, e ainda Deus é morto, é pendurado no madeiro, Deus se humaniza.

Aí, a grande maioria dos cristãos vivem neste limbo sem saber quem é Deus, e Deus vai se tornando um “deus” que é conforme seu humor, ou conforme as nossas necessidades.

Se for um pecador bem consciente, ele vai ter fé na Graça, abandonando a fé em Deus, porque acha que a graça arma um guarda-chuva contra o cinismo. Ou então, se ele é um tipo “santarrão” – o legalista, moralista que não peca por falta de oportunidade ou medo (na maioria das vezes) Deus é o Deus da lei e da vingança, e que destrói que não é como ele é – “Senhor dou-te graças por não ser como este publicano”.

Ficam neste limbo, nestes patins aonde o pé vai conforme a necessidade da vida, transformando Deus num “deusinho” de toma lá da cá, transformando Deus em quem nos somos, conquanto o Evangelho me transforme em quem Deus é!

É por isso que hoje, são quase um caos nossos púlpitos, as pregações de hoje são todas bipolares se forem comparadas, um vem e diz é Graça, outro diz é Lei, outro é a graça na lei, outro é Lei com Graça – ai vira uma desgraça.

Não existem padrões para os cristãos. Isto é trágico e faz mais mal que o diabo, pois se faz em nome de Deus. Sem contar que 80% das pregações são baseadas no velho testamento, apresentando um Deus apenas operacional.

A pergunta é? Quem é Deus, como Deus se relaciona comigo? Como Deus age em nos?

Simples. Ou você acredita piamente que Jesus é Deus, ou perde seu tempo. O que me leva a crer que muitos não conseguem acreditar fielmente nisto, pois os frutos apresentados como palavras, pensamentos e obras quase sempre não condiz com Deus encarnado.

90% acredita que Jesus é Deus – Deus da religião. Não em Deus além do tempo, da criação.

Portanto se quero saber quem é Deus, como Deus é - eu leio o que está escrito de Jesus, pela testemunha viva de suas palavras. Jesus não deixou de ser Deus porque se tornou humano, pelo contrário. É nos humanizando que nos divinizamos. Sendo, o desejo profundo de Jesus, dito nos Evangelhos e que nos tornamos cada vez mais humanos, sempre, por isso Deus se humanizou, e como diz Leonardo Boff : “Humano do jeito que ele foi, só poderia ser Deus.”

Corremos riscos sérios se continuarmos a achar o velho testamento como a única expressão e caráter de Deus para nós como testemunho histórico. Pois há um abismo enorme entre o Deus apresentado por reis e profetas e o Verbo encarnado, (No ponto de vista relacional – e não em vaticínios que se cumpriram Nele) creio de todo meu coração, e confesso toda a minha fé em Jesus, Senhor e Deus, e que minha única maneira de saber como Deus é, esta em conhecer profundamente os evangelhos que apresentam Jesus, que na história era o Cristo, e nas cartas de Paulo as igrejas que apresentam O Cristo, que na história foi Jesus.

No velho testamento Deus era operacional, Deus se apresentava a um povo de mínima civilização, onde existiam “deuses”. Em Jesus, Ele se apresenta como o Deus relacional, Deus que se relaciona; No velho testamento Deus mandava pão, em Jesus ele é o pão. No antepassado Deus jorrava água da pedra, Em Jesus, ele é a fonte de água viva que desceu do céu.

No antepassado, Deus era algo pra ser operado, pro lado de fora, por regras, por cartilha. Em Jesus, Deus é para ser experimentando, vívido, comido e bebido, Deus que habita no coração.

Não perca tempo, com pregações ufanistas que apenas massageiam nosso ego, não se engane, experimente Deus e viva o Evangelho.

“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias nos falou no Seu Filho, A quem constituiu herdeiro de tudo, por meio de quem também fez os mundos. O qual sendo o resplendor da glória Dele (de Deus) e sendo a exata expressão da substância Dele (de Deus) e sustentando todas as coisas pela palavra [aleluia...] do Seu (do filho) poder, através di Si mesmo havendo feito a purificação dos nossos pecados, [aleluia...] assentou-Se a destra da Majestade, nas alturas.” {Espírito Santo aos Hebreus.}

Fabiano Moreno.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500