Estudantes indígenas são ameaçados com bilhete na UFT “índio não tem vez aqui”

Um caso triste de racismo ganhou repercussão nessa última quarta-feira (19), dois estudantes indígenas da UFT (Universidade Federal do Tocantins) receberam ameaças através de dois bilhetes anônimos.

Os bilhetes foram encontrados dentro da mochila de uma indígena estudante de Logística, um dos papéis continha a mensagem “Índio não tem vez aqui na UFT. Vou tirar todos os índios do meu caminho”, o outro dizia “Primeiro vai ser a Raiane e Kainã fica esperto”

O pai de Kayman Karajá, um dos estudantes ameaçados, disse que irá levar seu filho de volta para a aldeia “O povo lá está muito preocupado de acontecer algo inesperado, de coisas ruins”

A UFT foi a primeira universidade do país a instituir o sistema de cotas para estudantes indígenas, desde 2004 5% das vagas são destinadas candidatos dessa etnia. Por causa do triste fato, diversos estudantes fizeram uma manifestação ontem (20), defendendo os indígenas.

Kayman desabafou:

“Eu sei o que o preconceito com indígenas e quilombolas vem desde muito tempo, mas o que eu passei eu não desejaria a ninguém, nem indígena, nem quilombola

Eu não desejaria para ninguém. É uma dor que ao mesmo tempo dá força para a gente lutar e ir mais adiante”

0