Fatos curiosos sobre a descoberta do Brasil que você não imaginava

Fatos curiosos sobre a descoberta do Brasil que você não imaginava

factoid
Autor factoid
Curiosidades
Coleção Curiosidades
Fatos curiosos sobre a descoberta do Brasil que você não imaginava
  • Você sabe a exata origem do nome Brasil, ou como os índios receberam os portugueses? Encontre diversos fatos curiosos sobre a descoberta do Brasil.

  • Mesmo sendo brasileiros, nós não sabemos tudo sobre a história do país. Por mais que a gente conheça a história da descoberta do Brasil, ainda existem coisas curiosas para se saber.

  • Por exemplo, existem discordâncias a respeito da data exata da descoberta do Brasil e de quem foi o verdadeiro descobridor. A carta de Caminha também revela coisas interessantes sobre o que os portugueses pensavam da terra e do povo indígena. Veja a seguir fatos curiosos sobre a descoberta do Brasil.

    1. Os índios dançaram para os portugueses

    Os primeiros índios a verem os navios portugueses chegando na praia, com homens desconhecidos e armados, não pensaram imediatamente em se defender. Muito pelo contrário, eles foram receptivos com as novas pessoas, e receberam os portugueses apresentando uma dança para eles.

    O historiador e antropólogo brasileiro Antônio Risério até brinca “o Brasil nasceu dançando”. Ele é fascinado pelo assunto da descoberta do Brasil e colonização do país, e fez vários estudos a respeito.

    1. A origem do nome Brasil

    Muitos pensam que o nome Brasil vem apenas da árvore pau-brasil. No entanto, a origem do nome é muito mais antiga e remete a outros significados. Como nos explica o jornalista e escritor Eduardo Bueno.

    Segundo ele, existia uma terra lendária conhecida como Hy Brazil. Ela teria sido descoberta por São Brandão, que em 565 havia partido em busca de uma terra sem males. Depois de sua viagem, ele teria chegado a uma ilha ‘movediça, ressoante de sinos sobre o velho mar’.

    Ele teria batizado essa ilha com o nome de Hy Brazil, a Terra da Bem-Aventurança. Brazil vem do celta “bress”, que deu origem a palavra inglesa “bless”, que significa abençoar.

    No entanto, o primeiro nome dado ao que hoje conhecemos como Brasil foi Terra de Vera Cruz. Algum tempo depois os portugueses resolveram mudar o nome para o de Terra dos Papagaios. Cabral batizou a terra assim que sua frota fez a descoberta do Brasil, pois ela estava dentro do território português.

    1. Primeira missa

    Em 26 de abril de 1500, o Frei Henrique de Coimbra rezou a primeira missa no Brasil. Vários índios participaram, porém não entendiam o que estava acontecendo. Segundo Diogo Dias, os índios acharam muito interessante e imitaram os gestos dos europeus. Algum tempo depois chegaram frotas portuguesas com o intuito de catequizar os índios.

    1. A carta de Caminha

    A frota de Pedro Álvares Cabral contava com o escrivão Pero Vaz de Caminha. Ele seria responsável por relatar os detalhes da viagem e a descoberta do Brasil. Ao chegarem no Brasil, Caminha escreveu uma longa carta ao rei de Portugal Dom Manuel I, o Venturoso. Essa carta é considerada por muitos historiadores a certidão de nascimento do Brasil.

    Nela, Pero Vaz de Caminha demonstra o deslumbramento dos navegantes em relação ao “Novo Mundo”. Ela é escrita como um diário, mostrando o que os portugueses viam a cada dia.

    Na carta Caminha fala sobre a beleza da nova terra, seu clima tropical e seu solo extremamente fértil. Ali haviam árvores, frutos e flores dos mais variados tipos e alguns nunca antes vistos.

    Ele falava sobre o povo que habitava a terra, pessoas que viviam em tribos no meio das florestas. Essas pessoas andavam nuas sem nenhuma vergonha e pintavam seus corpos com tintas de cores variadas. Ele relatou que os indígenas viviam da caça, coleta e da pesca. Caminha também relata os primeiros escambos feitos com os índios.

    1. A viagem até as novas terras

    A viagem da frota de Pedro Álvares Cabral até o Brasil foi bastante longa. Eles saíram de Lisboa em 9 de março de 1500, ao meio dia, em busca das Índias. A frota consistia de 10 navios e 3 caravelas, com cerca de 1500 homens. O percurso de Portugal ao Brasil durou 44 dias, e a frota navegou por 7 mil quilômetros.

    No dia 23 de março, enquanto estavam navegando, um dos navios foi perdido. A embarcação era liderada por Vasco de Ataíde, e simplesmente desapareceu, sem motivos aparentes. Os 150 homens do navio provavelmente morreram afogados.

    No dia 23 de abril, quinta-feira, por volta das seis horas da manhã, a frota de Cabral estava a 36 quilômetros do Monte Pascoal. Ás 9 da manhã eles estavam a 3 quilômetros do litoral, e os navios então lançaram âncoras. Eles então fizeram a descoberta do Brasil.

    Os portugueses exploraram o Brasil e comunicaram a descoberta das novas terras ao rei de Portugal. Após isso, em 2 de maio de 1500, Cabral partiu mais uma vez em direção ás Índias. Sua frota saiu da Ilha de Vera Cruz e chegou a Calicute no dia 13 de setembro de 1500.

    Pedro Álvares Cabral só foi voltar a Portugal em 31 de julho de 1501. Isso foi após abrir um posto comercial em Calicute, que foi posteriormente destruído pelos comerciantes árabes. Cabral então viajou por outras cidades indianas e retornou a Portugal levando muitas especiarias, como pimenta, cravo e gengibre.

    1. Quando exatamente o Brasil foi descoberto?

    A história mais conhecida é que a descoberta do Brasil foi feita por Cabral em 22 de abril de 1500. No entanto, existem discordâncias a respeito disso. Uma delas é a de que o Brasil foi na verdade descoberto pelos espanhóis.

    De acordo com vários historiadores, o primeiro a chegar no Brasil foi Vicente Yáñez Pinzón. Sua esquadra teria zarpado de Palos de la Frontera em 19 de novembro de 1499. Eles teriam desembarcado no Cabo de Santo Agostinho no dia 26 de janeiro de 1500, poucos meses antes de Cabral.

    O próprio Pinzón e outros escritores da época teriam relatado a descoberta da nova terra. Um mapa da região foi feito por Juan de Las Casas, mostrado em sua carta. Nela Las Casas também diz que o cabo foi descoberto por Vicente Yáñez Pinzón. A Espanha não teria reivindicando a terra por conta do Tratado de Tordesilhas.

    Outros dizem que houve uma expedição secreta, comandada pelo português Duarte Pacheco Pereira, em 1498. Nessa expedição ocorreria a descoberta do Brasil. O propósito seria de identificar os territórios que pertenciam a Portugal e os que pertenciam a Espanha.

    A frota de Duarte Pacheco teria chegado ao litoral brasileiro em 1498, na fronteira entre Maranhão e Pará. Os portugueses teriam mantido segredo sobre a descoberta do Brasil, pois não queriam que os espanhóis soubessem dos projetos. Porém, a prática comum da época era registrar a descoberta de uma terra nova para se ter soberania sobre ela. 

    Seja o primeiro a curtir!

    Comentários

    avatar

    As pessoas também curtiram

    Histórias relacionadas
    1.
    Moradores pintam “PARE SEU CORNO” em rua de Fortaleza 
    2.
    Petição para que Agostinho Carara protagonize GTA 6 já tem 30 mil assinaturas
    3.
    Moro subestima a inteligência nacional?
    4.
    Jornalista Paulo Henrique Amorim está sendo velado nesta quinta
    5.
    Crianças são proibidas de assistirem aula por usarem calça de moletom no frio
    6.
    “O nome do cara é Montenegro, se fosse do bem seria Montebranco”, diz apresentador
    7.
    Frio chega a 9 graus negativos em SC: veja as menores temperaturas marcadas no país
    8.
    Empresas americanas tentam contornar vetos de Trump à Huawei
    9.
    Python e JavaScript estão entre as linguagens de programação mais populares segundo a JetBrains
    10.
    Confira uma lista dos próximos eventos mais badalados de moda no Brasil
    500x500
    500x500