Gato morre ao ser abandonado por Uber que devia leva-lo ao veterinário

Foto: BHAz

Nessa semana um caso de maus tratos chocou diversas pessoas em Belo Horizonte. Uma mulher chamou um motorista de Uber para levar um gato ao veterinário, o motorista aceitou, mas acabou abandonando o animal na rua por não achar o endereço. O gato morreu.

Liamara é uma mulher conhecida por prestar auxílio a animais de rua e ser contra os maus tratos aos animais. Pessoas avisaram que um gato estava agonizando perto do trabalho dela, ela o socorreu e chamou um Uber para leva-lo a um veterinário a 15 minutos de distância.

O motorista aceitou e levou o gatinho. Porém, ele o abandonou.

“Eu fui resgatar o gato, que estava com umas feridas e agonizando, mas não podia sair do trabalho naquele momento. Pedi auxílio ao Arley, que é diretor da ONG Aliança Pró Vida Animal (Aprova), e fui orientada a pedir um Uber para deixá-lo no Pet Shop Ebenézer, que fica em Ibirité [Grande BH], onde moro”, conta. “O motorista aceitou a viagem e eu expliquei que era só deixar o gato lá, que já estavam esperando. O trajeto dava cerca de 15 minutos. Fiquei acompanhando a viagem, mas percebi que foi cancelada em outro endereço. Fiz contato na clínica e informaram que o motorista não chegou a ir com o gato até o endereço. Foi então que me dei conta de que pedi para o endereço errado, digitei um 5 a mais”

Liamara entrou em contato com o motorista que afirmou não ter encontrado o endereço do Pet Shop e abandonou o animal na rua.

“Fiquei desesperada, perguntei como ele podia fazer isso. Era só ter me ligado, mandando mensagem ou até mesmo voltado com o gato pra mim. A corrida estava no cartão e a partir do momento que o resgatei ele se tornou uma responsabilidade minha”, diz. “O motorista foi completamente frio, ficou rejeitando minhas ligações e desligou na minha cara. Ele não se importou nenhum pouco”
.

Liamara entrou em contato com a clínica e eles se solidarizaram bastante, algumas pessoas saíram em busca do animal, mas quando o encontraram, ele já estava morto.

A autópsia do gato será feita e posteriormente Liamara deseja fazer um boletim de ocorrência. A Uber se pronunciou dizendo que maus tratos contra animais é crime, e que não compactua com isso.

0