Gleisi Hoffmann fala que o PT nasceu por influência de Cristo:

Veja agora mesmo sobre Gleisi Hoffmann e seu novo discurso:

A defensora do partido dos trabalhadores, Gleisi Hoffmann e deputada federal, fez uma declaração recentemente, destacando que o PT nasceu por inteira influência de Cristo.

Na igreja, em um culto, ela fala que o PT segue linhagem cristã e os mesmos mandamentos de Jesus.

"O PT é o partido do amor, da vida, do respeito e da justiça". - ela prossegue:

"Os evangélicos do PT têm o desafio de conversar com o povo, mostrando a verdade,".

Em um vídeo ela faz uma declaração completa, realçando que acredita que o partido dos trabalhadores nasceu para ter uma boa conduta religiosa.

Mas sua declaração não foi tão bem aceita:

Muitas pessoas discordaram do comentário feito pela deputada federal, principalmente a bancada direitista que discorda de seus argumentos.

Em particular ela virou motivo de brincadeira do comediante e ator Tom Cavalcante (Multishow e Os parças). Que fez uma declaração ironizando a deputada federal Gleisi Hoffmann.

Ele diz: " Esse vídeo ( que contém as mensagens citadas anteriormentes) é um presente de uma visão cômica. É aí que eu posso entrar em ação".

Em uma cena do vídeo em que a deputada federal bate palmas, ele destaca: "Mas que depoimento antológico dessa senhora".

E a população de direita prossegue sobre argumentos em que um partido que defende o aborto não é o mesmo partido de amor que Jesus Cristo defende.

E que religião não é tão corrupta quanto o PT.

A deputada federal, Gleisi Hoffmann, também foi criticada após fazer um comentário sobre o atual presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, dizendo que os militares são culpados por o elegerem.

Portanto em contrapartida, Gleisi Hoffmann foi aplaudida pelos religiosos petistas, esses, que nunca perderam as crenças no partido. E que ainda o apoiam com garras.

São dois lados da moeda que estão em um impasse social e religioso.

E você? Em qual acredita? Deixe agora mesmo seus comentários a respeito. Direita ou esquerda, qual você prefere? Política sem guerra sempre!

0