Gripe suína na China aquece as exportações brasileiras

A gripe suína já foi um fator que afetou o muito o mercado brasileiro. Entretanto a gora a doença esta a favor do mercado nacional.

Isso porque, a gripe suína atingiu aos animais na China. Como se sabe, a China é um grande concorrente com o brasil na exportação de carnes, aves e suínos.

A China é a maior consumidora e produtora de carne suína no mundo, com o surto da gripe suína africana no pais o mercado será afetado. A demanda de exportação da carne suína para o Brasil tende a crescer cada vez mais com essa crise.

Apesar de toda essa euforia dos granjeiros com essa noticia do mesmo modo que surgiu essa questão positiva para o agro negocio, temos uma parte negativa que afetara muito o mercado brasileiro a longo e médio prazo.

Ponto negativo

Como sabemos, o mercado brasileiro não vive apenas da exportação de carnes: suína bovina e de aves.

Como todos tem observado o agro negocio passou a receber fortes investimentos do governo federal para que se desenvolvesse em forma de subsidio.

Assim, nos últimos anos a soja é o principal grão exportado pelo brasil, o pais é um dos principais exportadores desse grão no mundo. Esse grão compõe tanto os snacks, óleos, biscoitos, e etc. Como também, a rações.

Tanto as rações para o seu pet, como também as rações dos animais para abate na china (inclusive os suínos)

Assim, o mercado da agro pecuária no brasil a longo e médio prazo sofrera perdas drásticas com a falta e diminuição de compra da soja pela china.

Isso afetara uma grande parte do mercado brasileiro de grão, ou seja, a primeira vista a gripe suína pode ser interessante mas quando analisarmos profundamente a questão vemos que isso nos afeta de maneira negativa.

0