Há indícios claros de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro, afirma MP

Há indícios claros de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro, afirma MP

Politica
Coleção Politica
Há indícios claros de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro, afirma MP

O MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) afirmou por meio de um relatório que há “claros indícios” de que o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro lavou dinheiro por meio de vendas de imóveis.

Além disso, o documento também indica que houve a prática de organização criminosa em seu gabinete da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Este relatório foi usado como justificativa para a quebra do sigilo bancário de 95 pessoas físicas e jurídicas ligadas ao senador.

Há suspeitas de subfaturamento nas compras de imóveis e superfaturamento na venda, ou seja, ele teria comprado os imóveis por um preço bem abaixo da média e vendido por um bem acima, claros indícios de lavagem de dinheiro.

Os investigadores apontam que Flávio Bolsonaro investiu cerca de R$ 9,4 milhões na compra de apartamentos e salas entre 2010 e 2017, quando era deputado. O atual senador lucrou mais de R$ 3 milhões com isso.

Segundo a Veja, essa suposta fraude teria ocorrido para simular ganhos que iriam encobrir o enriquecimento ilícito. Por exemplo, um dos imóveis foi comprado em 2012 por R$ 150 mil, e vendido pouco mais de um ano depois por R$ 550 mil, sendo que a valorização imobiliária no período foi de 11%.

Em resposta, Flávio Bolsonaro afirmou que “As informações da revista “Veja” sobre seu patrimônio não são verdadeiras, que continua sendo vítima de vazamentos de informações do processo que está em segredo de Justiça e afirmou que sempre declarou o seu patrimônio à Receita Federal e que a renda dele é compatível com tudo o que foi declarado.”

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500