Historiadores são burros comunistas, inteligente sou eu que não estudo nada

Historiadores são burros comunistas, inteligente sou eu que não estudo nada

Politica
Coleção Politica
Historiadores são burros comunistas, inteligente sou eu que não estudo nada

O Golpe Militar de 1964 virou motivo de polêmicas nos últimos anos. Algumas pessoas, jovens e idosos afirmam que o regime não foi uma ditadura. Só com o AI – 5 (Ato Institucional 5), 2200 casos de tortura foram registrados apenas nos primeiros dois dias. Será que existe a chance de historiadores e estudiosos estarem certos e você errado?

Nesta semana o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a “Revolução de 1964” deve ser comemorada. Após a fala, o presidente causou muita polêmica tanto na internet, quanto no meio político.

Diversos políticos que apoiaram a eleição do presidente e que estão do lado dele afirmaram que a atitude de Bolsonaro foi repudiável. O MPF (Ministério Público Federal) afirmou que esse apoio do presidente a um Golpe de Estado pode configurar crime de responsabilidade.

Mas afinal, como é possível que mesmo com todos os casos documentados de tortura, assassinato e repressão as pessoas duvidem da existência de uma ditadura militar no país?

Hipocrisia

Nos últimos anos um certo ódio à esquerda política foi sendo nutrido pelos brasileiros, esse ódio fez com que muitas pessoas tivessem pensamentos irracionais e criticassem tudo o que é relacionado com ela.

Essa limitação de pensamento foi tão grande que hoje em dia pautas como educação, cultura e direitos humanos são vistas como “coisas de esquerda”, sendo que na verdade são essencialidades humanitárias.

A mesma pessoa que afirma não haver ocorrido uma ditadura militar no país é também quem grita a todos pulmões que a Venezuela vive uma ditadura. Uma grande hipocrisia assola a população.

A ditadura só reprimiu terroristas?

Sim, é verdade. Mas os terroristas reprimidos eram jornalistas que expunham a brutalidade do governo, eram civis que pediam a volta da democracia, eram artistas que possuíam pensamentos socialistas, eram crianças que eram filhos de “comunistas”.

A ditadura brasileira, assim como em várias partes do mundo, usou a desculpa de que o comunismo estava ameaçando a sociedade para cometer essas atrocidades.

Para os militares, alguém que queria ter mais direitos trabalhistas era visto como comunista, alguém que compartilhava seus bens com o próximo era visto como comunista, alguém que estudava livros proibidos era visto como comunista. Todas essas pessoas eram vistas pelo Estado como terroristas, e sofriam repressão.

Então sim, a ditadura só perseguiu terroristas.

Vivi naquela época e não aconteceu nada disso

É muito comum que pessoas de certa idade digam que viveram durante a ditadura e não sofreram nenhum tipo de repressão, censura e tortura. Na verdade, isso realmente aconteceu com uma boa parte da população.

As ações mais repressivas da ditadura ocorreram nas grandes cidades, logo, quem vivia no interior praticamente não sabia o que estava acontecendo, afinal, os jornais eram proibidos de veicular essas notícias.

Pessoas que viveram nas grandes cidades e não sofreram repressão são aquelas que obedeciam de cabeça baia tudo o que era imposto, sem levar em conta seu pensamento próprio e sua liberdade de expressão.

Não digo que seja errado não lutar contra a autoridade, afinal, todo mundo é livre para fazer o que quiser. Mas aceitar e obedecer a tudo sem questionar, é só para quem não tem sangue nas veias.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
Aplicativo brasileiro que traduz português para Libras é premiado no Google
2.
Homem é sequestrado após dar calote e não pagar conta em bordel
3.
Jovem com deficiência e familiares são agredidos por PM's em comemoração de crisma
4.
Chico Buarque vence Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa
5.
Homem esquece aliança em casa e recebe mensagem enigmática
6.
Com o decreto de Bolsonaro, qualquer brasileiro poderá comprar um fuzil
7.
Conheça a namorada de Lula, petista diz estar apaixonado e quer se casar
8.
Livraria carioca envia livro de Kafka com 25% de corte para ministro da educação
9.
VÍDEO: Cachorro impaciente aperta buzina ao ser deixado esperando no carro
10.
Bolsonaro muda lei e aumenta a proteção para mulheres vítimas de violência
500x500
500x500