Istambul vira cenário de 'A Origem'

Istambul vira cenário de 'A Origem'

Luz e sombra
Coleção Luz e sombra

1718type19b20contents21type22text23contents24A Origem25type26text27contents282930type31i32contents33type34text35contents36Inception37type38text39contents4041

53dobrava54Christopher Nolan (aquele que fez sequências absurdas do Batman com o Christian Bale)?

Pois o fotógrafo turco Aydın Büyüktaş (a gente escreve Aydin Buyuktas mesmo) resolveu aplicar a técnica cinematográfica em Istambul, sua cidade natal na Turquia, utilizando apenas um drone com uma câmera acoplada. Ao projeto deu o nome de Flatland (traduzindo: Terra Plana).

110111type112i113contents114type115text116contents117Flatland: A Romance of Many Dimensions118type119text120contents121122

Fazendo uma rápida pesquisa (porque eu não li o livro), descobri que a história de Abbot descreve um mundo bidimensional ocupado por figuras geométricas: as mulheres são a linha-segmento simples, enquanto os homens são polígonos com vários números de lados. O narrador é um quadrado chamado Um Quadrado (louco!) e membro da casta dos senhores e profissionais. Ele guia os leitores por meio de algumas das implicações da vida em duas dimensões. A primeira metade da história narra aspectos práticos existentes em um universo bidimensional, e vai até o ano de 1999, na véspera do terceiro milênio.

Aí é que temos o plot twist (virada da trama). Na véspera de Ano Novo, Um Quadrado sonha com uma visita a um mundo unidimensional (Lineland162pontos brilhantes163quadradão164conversar165flat assim. As coisas são mais complexas do que parecem.

Deu vontade ler, né?!

Foi essa história que inspirou Büyüktaş usou imagens compostas, como na técnica da cinemática. Não o filme de Nolan, segundo o artista (tá! sei...). 

Os cliques foram planejados utilizando software 3D, o que permitiu o fotógrafo explorar possíveis localizações na capital turca. Foram dois meses de planejamento para descobrir como fazer o que queria e como a paisagem poderia ganhar uma curva suave nas imagens que idealizava. Cada local foi fotografado várias vezes a partir de diferentes ângulos e altitudes usando um quadrotor, que é aquele drone que tem quatro hélices, para dar mais estabilidade às imagens coletadas.

A ideia dele era mostrar Istambul de maneira diferente não somente para visitantes, mas, principalmente, para os próprios habitantes.

O projeto foi feito originalmente fazendo colagens de impressões físicas, mas Büyüktaş não estava feliz com os resultados. Mergulhou então no Photoshop, trabalhando dias em cada imagem!

As informações são da Colossal.

Espia só e diz se não valeu os perrengues que ele passou para obter permissão para voar, ter o equipamento danificado por pássaros, esperar dias por um dia de sol... Valeu, né?!

#inception #aorigem #filmeaorigem #aydinbuyuktas #istambul #fotografia #arte

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
Um ovo custa o mesmo que 93,3 milhões de litros de gasolina na Venezuela
2.
'Aí vai na balada, bebe e vira machão' suposto policial dispara arma para se exibir
3.
Após mandar bolsonaristas estudarem, Janaína Paschoal está sendo ameaçada
4.
“A Bahia é um lixo” afirma Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara
5.
Bolsonaro condecorará filhos e outras 50 pessoas com Medalha Naval
6.
Homem esquece aliança em casa e recebe mensagem enigmática
7.
UEFA não garante segurança e Mkhitaryan está fora da final da Euro League
8.
Com o decreto de Bolsonaro, qualquer brasileiro poderá comprar um fuzil
9.
Bolsonaro ‘perdoa’ R$ 70 milhões em multas de partidos políticos
10.
Bolsonaro se atrapalha e deixa Deus fora de seu 'chavão'
500x500
500x500