Joana D’Arc: Um dos maiores orgulhos recentes do país mentiu em sua história

Uma reportagem divulgada ontem (14) pelo Estadão afirma que a professora Joana D’Arc Félix de Souza mentiu em partes da sua história de vida que era considerada como uma das mais belas do Brasil atualmente.

Dentre as mentiras ditas pela professora de 55 anos, estão o diploma de Harvard e o fato de ter morado em Cambridge. Além disso, Joana assumiu que não entrou para a faculdade aos 14 anos como havia informado.

Primeiramente ela disse ao Estadão que conseguiu uma bolsa de estudos e foi morar em Cambridge por dois anos após a morte do pai. Em um segundo momento, a professora afirmou não lembrar se foi bolsista no Capes (Centro de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior). Joana também assumiu que não fez um curso de pós-doutorado em Harvard e nem que morou em Cambridge.

No mês passado a professora foi escolhida para uma entrevista no Roda Viva, da TV Cultura, mas o programa não foi ao ar por causa de inconsistências por parte da docente.

Pouco tempo atrás, a Globo Filmes confirmou que a professora iria ganhar um filme sobre sua brilhante história de vida, porém com essas revelações, isso se torna incerto.

A famosa atriz Taís Araújo inclusive desistiu de interpretar Joana no cinema pois afirmou que a diferença no tom de pele das duas seria relevante, e disse que há atrizes mais capacitadas que ela para esse papel.

0