Ministro alemão tentará salvar o acordo nuclear no Irã

Segundo uma fonte diplomática alemã, Heiko Maas, ministro de Relações Exteriores da Alemanha chegou ao Teerã nessa segunda, dia 10 de junho, para conversar Hassan Rouhani, presidente do Irã. O objetivo do encontro é preservar o pacto nuclear do Irã com as potências globais, e diminuir as frequentes tensões entre Estados Unidos e os iranianos. A fonte não deu mais nenhum detalhe.

Em 2015, após quase vinte meses de negociação, quando o Irã fechou o acordo com seis grandes potências internacionais, lideradas pelos Estados Unidos, para que sua atividade nuclear fosse limitada, um degelo cauteloso acabou se instalando nas relações entre Washington e Teerã.

Conforme o acordo, o Irã pode prosseguir com o desenvolvimento do seu programa nuclear para fins médicos, comerciais e industriais, em consonância com os padrões internacionais de não proliferação das armas atômicas. O pacto vale, exclusivamente, para o programa nuclear, não tendo nenhuma validade para o programa de mísseis balísticos, apoio a organizações terroristas, abuso dos direitos humanos e nem para supostas atividades de desestabilização no Oriente Médio.

Desde que o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou Washington, em 2018, do acordo, e impôs novamente sanções para o Irã, a contenda voltou a figurar.

Para a Grã-Bretanha, Alemanha e França, o acordo permanece como a melhor forma de impor limites ao enriquecimento de urânio do Irã, que representa uma possibilidade para o desenvolvimento de armas nucleares, além de buscar por um acordo com o Irã no que diz respeito à outras questões de segurança futuramente.

Ao realizar uma parada no Iraque, enquanto se encaminhava para o Teerã, o ministro Maas, chegou a dar um alerta sobre o perigo de um conflito com o Irã para o Oriente Médio. Ele disse: "Nós, europeus, estamos convencidos de que vale a pena tentar manter o acordo nuclear de Viena com o Irã". O ministro ainda afirmou que desejava um diálogo, ainda que as disputas se mostrassem intransponíveis.

0