Mulheres são obrigadas a fazer sexo por comida em Moçambique

Mulheres são obrigadas a fazer sexo por comida em Moçambique

LeandroSAO
Autor LeandroSAO
Recentes
Coleção Recentes
Mulheres são obrigadas a fazer sexo por comida em Moçambique

A situação em Moçambique está cada vez pior, após a passagem do ciclone Idai, além da destruição total, a pessoa não tem alimentos nem produtos básicos. As poucas doações que chegam passam por corrupção, e muitas mulheres estão sendo obrigadas a fazer sexo por comida.

A informação foi dada pelo Jornal de Notícias da região, eles fizeram uma matéria onde entrevistaram pessoas em Moçambique. Eles descobriram que em uma aldeia a 80 km de Beira, cidade mais atingida pelo Idai, a corrupção tomou conta das doações humanitárias.

Nessas aldeias mais afastadas, os responsáveis por fazer a distribuição de alimentos são os chefes de aldeia, eles decidem quem ganha e quem não ganha os donativos.

Na aldeia de Lamego, uma mulher que é mãe de dois filhos, um de 2 e outro de 12 anos, afirmou que foi estuprada para que conseguisse ganhar comida. A comida era um saco de arroz, a única coisa que ela e os filhos estão comendo.

Segundo ela, durante a distribuição dos alimentos, o chefe da aleia seleciona quem os receberá, e nessa hora, é comum que as mulheres fiquem de fora. “Tu não. Tu não levas comida. Vai para casa. Eu depois logo chego lá e dou o saco a você”.

Mulheres são obrigadas a fazer sexo por comida em Moçambique

A mulher afirmou que o chefe da aldeia foi até a sua casa e a estuprou, deixando como “presente” um saco de arroz. Diversas outras mulheres denunciaram situações semelhantes, inclusive, elas disseram que muitos chefes pedem para que as crianças prestem serviços sexuais para receberem o alimento.

Além desse crime brutal que está sendo cometido, boa parte dos alimentos está sendo “dado” para mercearias, desse modo eles são vendidos pelos comerciantes.

O chefe da aldeia foi procurado pelos jornalistas, mas negou todas as acusações.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
O brasileiro não tem um dia de paz: Versão brasileira de Shallow gera memes
2.
VÍDEO: Empresária acorda moradora de rua com balde d’água e gera revolta
3.
Livraria carioca envia livro de Kafka com 25% de corte para ministro da educação
4.
5 filmes de terror na Netflix 2019
5.
Maior corte da Educação nos últimos 5 anos foi feito por Dilma, em 2015
6.
Bolsonaro muda lei e aumenta a proteção para mulheres vítimas de violência
7.
Paula Fernandes e Luan Santana gravarão versão brasileira de Shallow
8.
Damares diz que a princesa Elsa é lésbica, internet debocha
9.
Bebê morre enforcado com colar de âmbar
10.
ALERTA DE SPOILER: Final de Game of Thrones vaza
500x500
500x500