Celebridades Coleção | Recentes

“O nome do cara é Montenegro, se fosse do bem seria Montebranco”, diz apresentador

Stanley Gusman, apresentador do Alterosa Alerta fez um comentário racista durante o programa de ontem (9). Ele estava conversando com o deputado estadual e repórter Rafael Martins, criticando o presidente do instituto de pesquisa Ibope, Carlos Montenegro.

“Aquele demônio, o nome do cara é Montenegro, se fosse do bem seria Montebranco”, disparou o apresentador. Stanley também é o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente, Jovem e Idoso.

“Este é o Alterosa Alerta, é Minas Gerais respondendo… Não é aquele homem, aquele demônio do Ibope, não. É respondendo na tela da televisão. O Ibope do demônio”. Comentou antes de fazer o disparate.

Percebendo o que havia acabado de fazer, Stanley tentou desconversar: “Não é de cor não gente. É escuro, escuridão. Céu branco, inferno negro. Ih…vocês também são muito, né?!”

A deputada estadual Andreia de Jesus criticou “Mesmo com esses casos recentes e tantas outras campanhas educativas e oficinas sobre comunicação não-violenta, alguns apresentadores da TV aberta não se sentem constrangidos em fazer comentários racistas ao vivo. Vamos encaminhar um ofício para que o MPF e a Comissão de Igualdade Racial da OAB MG estejam cientes e possam tomar as devidas providências em relação ao caso. Não passarão!”

O Sindicato de Jornalistas Profissionais de Minas Gerais emitiu uma nota de repúdio, confira um trecho: “Ao invés de fazer o uso da liberdade de expressão para a promoção de temas construtivos e de valorização da igualdade, o apresentador do Alterosa Alerta Stanley Gusman reverbera o racismo odioso que envergonha a sociedade brasileira”

0