Pedra de 1,3 kg é retirada da bexiga de um lavrador baiano

Uma pedra com nada menos que 18cm e 1,328 kg foi retirada de dentro da bexiga de um lavrador nesta segunda (20). O caso ocorreu em Jacobina, interior da Bahia. É a maior pedra vesical já registrada na história da medicina, a segunda maior possuía “apenas” 700 gramas.

De acordo com Everson Matt e João Cleber Coutinho, médicos que trabalharam na cirurgia, a pedra ocupava praticamente toda a extensão da bexiga do paciente. Era possível sentir somente de apalpar a barriga do lavrador.

Segundo eles, o paciente que não foi identificado sentia dor na bexiga há 15 anos, porém só procurou ajuda médica no início de 2019, quando passou a perder o controle da urina. De acordo com os médicos, não havia retenção, a urina simplesmente saía sozinha.

“O bloqueio da pedra já tinha dilatado seus rins, que estavam sobrecarregados e praticamente parados”

A pedra vesical é formada na bexiga decorrente da dificuldade em esvaziá-la, ela é formada por sódio e cálcio. O paciente passa bem, mas deve continuar internado por no mínimo uma semana.

0