Beatles foram invenção socialista para garotas abortarem, diz novo presidente da Funarte

 

Nesta segunda (2), Dante Mantovani assumiu o cargo de presidente da Funarte (Fundação Nacional das Artes), e como todo o governo Bolsonaro, ele é um completo biruta.

Formado em música, Dante é youtuber e em seus vídeos há alguns assuntos sobre temas políticos. Em um vídeo sobre o Rock, o maluco diz que “o rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto”.

Mais do que isso, o biruta afirma que alguns músicos como Elvis Presley e os Beatles conspiraram com a União Soviética “para destruir a moralidade, a cultura ocidental e até o capitalismo”.

O novo chefe da Funarte acredita que a União Soviética passou a trabalhar com jovens, infiltrando agentes na América e fez experimentos com certos discos. Dante ainda explica que o propósito era acabar com a juventude americana para depois implantar o socialismo.

O maluco também afirma que soviéticos infiltrados distribuíram LSD para as pessoas em Woodstock com o intuito de viciá-los “pois as drogas influenciavam na liberdade sexual, e faziam com que as garotas engravidassem e, então, abortassem”.

Dante disse também que os Beatles são satanistas: “Na capa dos discos dos Beatles, há certas imagens que fazem referência a rituais satanistas. Isso não é de se desprezar! É demonismo, satanismo, bruxaria.”

Foto onde claramente os Beatles estão indo praticar satanismo:

 
00