Por que o otimismo pode ser tóxico e o pessimismo pode ser benéfico?

Por que o otimismo pode ser tóxico e o pessimismo pode ser benéfico?

Nato
Autor Nato
Inquietudes
Coleção Inquietudes
Por que o otimismo pode ser tóxico e o pessimismo pode ser benéfico?

Com certeza, otimistas convictos por natureza me julgarão somente ao ler o título: “Como você ousa dizer que ser pessimista é bom?!”. Calma, eu posso explicar até o fim desse texto, eu me refiro aqui aos excessos. Tudo que é em excesso sem dúvida é prejudicial, já diria as nossas mães desde a infância: “Não come doce demais, pode dar diabete”, “Não dorme tarde demais, você vai ficar cansado amanhã”, entre outras mil frases de alerta contra os excessos. Pois bem, tanto otimismo quanto pessimismo em exagero na vida das pessoas, sem dúvida, faz mal.

Ser otimista na nossa atual sociedade parece ser uma obrigação imposta, ainda mais com tantos livros de auto-ajuda, discursos motivacionais e o famigerado couch. Ao entrar nas redes sociais, nos deparamos com pessoas motivadas, alegres e felizes, cheias de planos sobre a vida. Não há problema algum em ser otimista, o problema aparece quando impõe que todas as pessoas ao seu redor sejam otimistas também.

Ao fazer isso, você desconsidera que cada um tem uma maneira diferente de reagir às situações da vida e de enxergar o mundo. Aquilo que para você pode parecer um problema simples a ser resolvido, para o outro talvez não seja tão simples assim. Otimistas costumam (não todos, é claro, sem generalizações) relativizar os problemas dos outros tentando enxergar o lado positivo de tudo. Se você quebrou o dedo e está doendo muito, pode aparecer aquele otimista para contar que o tio quebrou o braço e não sentiu tanta dor assim, ou que diga “pensa pelo lado positivo, você tem nove dedos ainda” (Não seja essa pessoa). Nem sempre há um lado positivo, às vezes, o Titanic está afundando mesmo.

Mesmo que muita gente diga ao contrário, não tem problema algum em não estar sempre motivado, sempre alegre e feliz, ou sempre otimista. Precisamos passar pelas situações, a dor deve ser sentida, você não será fraco se desanimar um pouco, se ficar sem rumo, isso é totalmente normal. Não se cobre para ser motivado 24h por dia, não se cobre para enxergar o lado positivo de tudo, isso só irá te desgastar. Ás vezes aquele amiguinho 100% otimista não tem os mesmos problemas que você, então para ele deve ser mais fácil ser assim.

Então, como vimos, os otimistas costumam não avaliar o lado ruim e negativo das coisas, não ponderam aquilo que pode dar errado nas situações e se cegam na sua esperança de que tudo dará certo no final, afinal, “vai dar tudo certo!”.

Portanto, sobra para os pessimistas, isso posso afirmar com propriedade, pois me encaixo nesse grupo, olhar para o lado ruim das coisas e isso pode ser ótimo, sabe por quê? Não criamos expectativas sobre as situações da vida, sempre pensamos que algo pode dar errado, então quando aquilo que não esperávamos dar certo acaba dando certo, contrariando nossos pensamentos, ficamos muito felizes e surpresos.

A surpresa é um sentimento constante do pessimista. Mas caso não desse certo, não ficaríamos desanimados, pois não havíamos criado expectativas. Isso não significa que não desempenharíamos as funções da melhor forma possível para que dê certo, significa que não nos cobraríamos demais e faríamos o possível ao nosso alcance.

Além disso, ser pessimista torna a pessoa precavida. Tendemos avaliar todas as situações em que algo pode dar errado e fazemos o possível para evitar esse estresse. Dessa forma, o pessimista a cada segundo irá salvar aquela planilha extensa que estava montando, fará backups de todos os materiais pensando que a energia pode cair a qualquer momento, mesmo que não esteja chovendo.

Falando em chuva, o pessimista andará sempre com um guarda-chuva, pois hoje pode chover, mesmo que a previsão do tempo diga que o inferno baixou na terra, além de levar aquela blusinha. Vai que esfria, neh? No trânsito, pessimistas podem ser ótimos motoristas (ou não, há exceções, rss). Ao olhar para o tráfego, o pessimista pensa “se eu for por ali, com certeza vai dar merda". Os otimistas, ao contrário, diriam: “fica tranquilo, não vai acontecer nada de ruim. Chover? Tá louco, vai dar tudo certo”.

Tudo em excesso é ruim, já diria nossas mães. Portanto, não é bom quando somos otimistas demais, podemos nos frustrar com as situações que não dão certo e que fogem do nosso controle. Ser pessimista demais também é ruim, mesmo com os pontos positivos apresentados, podemos nos estagnar e acabar nem tentando fazer algo por achar que sempre dará errado. 0% de motivação sobre a vida não é bom. Precisamos encontrar um equilíbrio entre os dois, que tal uma terceira opção? Realista! 

Sempre teremos momentos de otimismo, de pensamento positivo e aqueles de desanimo e pessimismo, o importante é nos sentirmos bem e respeitarmos como nós somos e as nossas limitações. O importante mesmo é aproveitar a vida da melhor maneira possível.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500