Príncipe saudita envolvido no assassinato Khashoggi: senadores EUA

Depois de uma reunião secreta com a diretora da CIA Gina Haspel, um grupo de senadores seniors dos Estados Unidos saíram com a certeza de que o príncipe da Coroa Saudita Mohammed bin Salman estava envolvido na morte do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado na embaixada da Arábia Saudita na Turquia.

16não há nenhuma dúvida17

Isso deixa a Casa Branca em uma situação no mínimo embaraçosa. O governo Trump já deixou claro que não é economicamente interessante para os Estados Unidos responsabilizar o príncipe. Há bilhões de dólares em jogo, literalmente.

0