SEGUE
Política

Renda Coleção

Chico LopesChico Lopes
1 Historia
0 Seguidor
0 Compartilhar

Bolsonaro afrouxa fiscalização financeira de igrejas, a pedido de evangélicos

O início de ano foi um tanto quanto conturbado no relacionamento entre o presidente Jair Bolsonaro e a bancada evangélica, no entanto um acordo parece estar encaminhado. O presidente se tornará fiador de um pacote onde as obrigações financeiras das igrejas perante o Fisco serão afrouxadas.

Em Maio, Bolsonaro participou de uma reunião com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente deu um prazo de dois meses para que o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, atendesse as solicitações dos parlamentares sobre multas cobradas contra entidades religiosas.

Duas vitórias parciais já foram conquistadas, a proposta fez com que não houvesse mais a obrigação de que as igrejas menores criem o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas).

Além disso, o piso de arrecadação para que uma igreja tenha a obrigação de informar suas movimentações financeiras diárias aumentou de R$ 1,2 milhões para R$ 4,8 milhões.

0