Sempre finalista e com apenas 1 derrota nos últimos 23 jogos pelo Catarinense, Hemerson Maria comprova seu conhecimento do estadual e mira mais um clássico 

Sempre finalista e com apenas 1 derrota nos últimos 23 jogos pelo Catarinense, Hemerson Maria comprova seu conhecimento do estadual e mira mais um clássico 

FutBlog
Autor FutBlog
Futebol
Coleção Futebol

O técnico Hemerson Maria está disputando em 2019 pela quinta vez o Campeonato Catarinense. Nas outras quatro edições, o treinador chegou entre os finalistas. Uma vez comandando o Avaí, sendo o campeão, e nas outras três oportunidades foi para final dirigindo o Joinville.

Além de sempre chegar entre os finalistas do Campeonato Catarinense, Hemerson Maria tem números que chamam muito atenção. Dos 23 últimos jogos dele no estadual, por exemplo, ele só foi derrotado em uma oportunidade, pela Chapecoense, na primeira partida da final de 2016 por 1×0. De resto, foram 14 vitórias e oito empates.

No momento, sendo o técnico do Figueirense, Hemerson Maria lidera de forma isolada a edição do Campeonato Catarinense. Ele é o único invicto após 12 jogos. Foram sete vitórias e cinco empates. “Esse retrospecto no Campeonato Catarinense faz com que o nível de confiança fique cada mais elevado e ajuda a confirmar que estamos no caminho certo. Mas, sei também que a responsabilidade aumenta para que os números continuem positivos”, declarou o treinador, que é um dos principais responsáveis pela mudança atual de cenário do Furacão.

Como nasceu em Florianópolis, Hemerson Maria conhece como poucos o futebol catarinense. Ele admite que isso é um diferencial para o ótimo aproveitamento. “Aqui em Santa Catarina cada estádio tem sua particularidade, cada adversário tem sua característica própria e, por conhecer bem todos, costumo ter um estudo amplo do que vamos enfrentar, sempre bastante focado nos detalhes de cada partida. É ótimo ter números tão positivos, mas nada disso consegui sozinho. Divido os méritos com os membros de minha comissão técnica e com os atletas, que acreditam nas instruções que são passadas e levam para dentro de campo o que foi trabalhado”, ressaltou o técnico de 46 anos.

Sem muito tempo para comemorar a grande fase, o Figueirense já volta a campo no próximo domingo, às 16h, no estádio da Ressacada contra o Avaí. Hemerson Maria conhece bem o clássico, pois já treinou também a equipe azurra. Até então, o treinador tem seis clássicos disputados com: quatro vitórias, um empate e somente uma derrota. Ciente que um resultado positivo na casa do rival pode encaminhar a classificação alvinegra para as semifinais do estadual, Hemerson Maria projeta a partida de enorme rivalidade. “O clássico é um jogo totalmente atípico. Além das questões técnicas, táticas e físicas, eu tenho a opinião que é um jogo muito resolvido no fator emocional. Vence, geralmente, quem tem mais equilíbrio nesse aspecto. Por isso, é uma semana para trabalharmos bem todas as questões. Precisamos entrar em campo com um nível de concentração alto, mantendo nosso padrão de jogo, que tem evoluído a cada partida e, assim, podemos sair da Ressacada vitoriosos”, finalizou.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
'Aí vai na balada, bebe e vira machão' suposto policial dispara arma para se exibir
2.
Madrasta proíbe filha do noivo de ir em seu casamento e gera polêmica
3.
Desigualdade de renda atinge maior nível já registrado, afirma FGV/IBRE
4.
Pai raspa cabelo de filha que cometia bullying e gera polêmica
5.
Bolsonaro ‘perdoa’ R$ 70 milhões em multas de partidos políticos
6.
VÍDEO: Empresária acorda moradora de rua com balde d’água e gera revolta
7.
Livraria carioca envia livro de Kafka com 25% de corte para ministro da educação
8.
Bolsonaro se atrapalha e deixa Deus fora de seu 'chavão'
9.
Bolsonaro usa vídeo “inusitado” para se defender das manifestações 
10.
Há indícios claros de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro, afirma MP
500x500
500x500