Shakespeare usava maconha, afirmam pesquisadores

Shakespeare usava maconha, afirmam pesquisadores

Shakespeare usava maconha, afirmam pesquisadores

Cientistas sul-africanos descobriram que muito provavelmente, o escritor e dramaturgo William Shakespeare usava maconha. Resquícios de cannabis foram encontrados em cachimbos usados pelo artista há 400 anos atrás.

Os cachimbos foram encontrados no jardim da casa onde o bardo vivia, em Stratford-Upon-Avon, num total de 24 fragmentos. Em 8 deles, traços de maconha do século XVII foram encontrados.

A notícia em si não é tão recente, mas ela acabou sendo muito debatida nos últimos meses principalmente nos Estados Unidos. Muitos estudiosos defende a ideia de que usada com moderação, a maconha pode ser um grande combustível artístico.

Shakespeare não é o primeiro artista a usar drogas (pensando bem, pode ser). É enorme o número de artistas que fizeram e fazem o uso de entorpecentes, e é claro o condicionamento da arte a isso.

Shakespeare usava maconha, afirmam pesquisadores

De qualquer forma, não é possível afirmar com certeza absoluta que Shakespeare usava cannabis, já que não se pode comprovar que os cachimbos eram usados por ele, mas essa possibilidade é muito grande.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500