Supostos policiais obrigaram dois adolescentes a praticar sexo oral um no outro

Foto: G1

Dois adolescentes foram obrigados a praticar sexo oral um no outro no último domingo (7). Segundo as informações, eles são usuários de droga e estavam indo comprar maconha quando os policiais os obrigaram a praticar o ato.

Segundo os adolescentes eles foram abordados por dois homens e admitiram que são usuários de droga e comprariam maconha na Comunidade da Mangueira, no Rio. Eles contam que foram retirados da estação Maracanã sob ameaças, agressões e humilhações.

“Mais que humilhação, covardia. Levou a gente para trás da estação. Começou a bater na gente. Jogou spray de pimenta, bateu com a arma na nossa cara, chutou a cabeça. Mandou a gente rolar no mijo, secar o mijo”. Conta uma das vítimas.

Seis pessoas teriam participado da ação, supostamente dois policiais e dois guardas da Supervia. Com uma arma apontada contra eles, os amigos de 17 e 18 anos foram obrigados a praticar sexo oral um no outro. Os responsáveis ainda publicaram o vídeo na internet.

Aliás, a denúncia só foi feita pois um parente de um dos jovens viu o vídeo nas redes sociais e indagou a vítima. “Eles obrigaram. Colocaram a arma na nossa cabeça. Se a gente não fizesse, iam matar a gente”.

No início da manhã desta quarta (10) os dois prestaram depoimento, dois supostos funcionários da Supervia que participaram da ação foram demitidos.

00