TELECONSULTA E TELEMONITORAMENTO: COMO FUNCIONAM NA PRÁTICA?

A teleconsulta e o telemonitoramento são atividades que vem ganhando cada vez mais espaço entre médicos e pacientes.

Isso se deve ao avanço tecnológico e à necessidade de promover atendimento especializado a pessoas que não possuem uma diversidade de médicos na sua cidade.

Mas você sabe o que significa teleconsulta e telemonitoramento? Elas fazem parte da chamada telemedicina, que consiste em oferecer serviços médicos à distância.

Regularizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), através da Resolução do CFM nº 2.227/2018, ela ganhou um novo patamar com o avanço do COVID-19.

Afinal, a procura por ajuda está em constante crescimento e, o quanto menos contato físico os pacientes tiverem com outros, menores são os riscos de contágio.

Nesse cenário, entrou em vigor a Resolução nº 516, que trouxe à tona a importância de disponibilizar teleconsulta e telemonitoramento para a população em geral.

Mas afinal, o que é teleconsulta e telemonitoramento e por que são tão importantes para garantir saúde e bem-estar aos pacientes?

Nesse artigo, eu irei explicar melhor esses conceitos e mostrarei o que mudou após a Resolução nº 516.

Além disso, abordarei mais aspectos sobre a telemedicina e de que forma está fortalecendo o papel dos médicos no Brasil.

Boa leitura!

O que é teleconsulta e telemonitoramento?

A teleconsulta consiste na consulta médica oferecida à distância, eliminando a necessidade da proximidade física.

Ela pode ser realizada de 2 formas principais:

    Entre médicos, quando um clínico geral solicita orientação ou assistência de um especialista para promover o diagnóstico ou indicar o melhor tratamento, por exemplo;Entre médico e paciente, em que o paciente procura diretamente o atendimento de um especialista para obter um diagnóstico ou esclarecer dúvidas.

O telemonitoramento em saúde é o processo realizado de maneira contínua, com o intuito de acompanhar as condições de saúde do indivíduo.

Conta com 3 etapas principais:

    Coleta de dados, feito através de anamnese, avaliação clínica, exames laboratoriais ou de diagnóstico;Análise dos dados, que são interpretados para obter uma conclusão ou hipóteses;Tomada de decisão, com a indicação do problema e das soluções a serem adotadas.

Esse acompanhamento é especialmente importante nos casos de pacientes com doenças crônicas ou que possuem grandes riscos à saúde. Abordarei esse assunto em um tópico específico mais adiante no conteúdo!

Quais os benefícios da teleconsulta e telemonitoramento?

Segurança, agilidade e precisão são algumas das vantagens da teleconsulta e do telemonitoramento

Os benefícios da teleconsulta são diversos. Um dele é o fato de disponibilizar à população uma diversidade de especialidades, incluindo por exemplo:

    Cardiologista;Neurologista;Pneumologista;Dermatologia.Psicologista,PsiquiatraPediatraOncologista

Isso é essencial em locais remotos, que possuem carência desses profissionais. E, ainda mais em um período de pandemia, permite que pacientes pertencentes ao grupo de risco recebam atendimento sem sair das suas casas.

Além disso, por ser realizado de forma remota, também ajuda a “desafogar” o sistema de saúde.

De forma resumida, possui as seguintes vantagens:

    Eliminação da distância, permitindo atender uma quantidade maior de pessoas, independentemente da sua localização;Diagnósticos mais precisos, visto que é possível trocar conhecimento com outros especialistas;Segurança da informação, tendo em vista que as informações são armazenadas de acordo com a lei nacional, garantindo a privacidade;Agilidade no tratamento dos indivíduos, não necessitando uma consulta presencial para a tomada de decisão;Redução de custos de operação nas clínicas, já que não há os gastos relacionados ao atendimento físico.

O telemonitoramento é importante para garantir a manutenção e estabilidade da saúde do paciente. Isso porque permite acompanhar os resultados obtidos com o tratamento, por exemplo.

Além disso, em caso de piora do quadro, o médico pode tomar as medidas cabíveis com mais agilidade, visto que conta com o histórico clínico em mãos.

A teleconsulta e o telemonitoramento ganharam destaque após a publicação da Resolução nº 516 no Diário Oficial da União. Entenda mais a seguir!

O que mudou com a Resolução nº 516?

A Resolução nº 516 entrou em vigor em março de 2020 em meio ao avanço da pandemia do novo Coronavírus no Brasil.

Através dele, o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) autorizou que os profissionais dessas áreas também ofereçam os serviços de teleconsultoria, teleconsulta e telemonitoramento.

A publicação da Resolução segue as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que visa ampliar o atendimento de fisioterapia e terapia ocupacional à população, bem como assegurar o bem-estar do especialista.

De acordo com o texto publicado, os serviços serão oferecidos da seguinte forma:

Teleconsulta e telemonitoramento

Na teleconsulta, os profissionais podem avaliar os sintomas do paciente à distância, possibilitando o diagnóstico sem contato físico entre as partes.

Em relação ao monitoramento de pacientes, com auxílio de dispositivos tecnológicos, será feito com aqueles que tenham passado por algum atendimento presencial. Ele pode ser realizado de forma síncrona ou assíncrona, ou seja, em tempo real ou não.

Além disso, o profissional tem autonomia para determinar a necessidade de encontro presencial para reavaliação e a possibilidade de encaminhamento para outra especialidade.

Teleconsultoria

Consiste na comunicação registrada e realizada entre profissionais, gestores e demais agentes da saúde, sempre fundamentada em evidências clínico-científicas e em protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde e Secretarias Estaduais e Municipais da Saúde.

Através dela, é possível esclarecer dúvidas sobre procedimentos clínicos, ações de saúde e tudo que for relativo ao processo de trabalho.

De acordo com a Resolução, o fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional tem autonomia para determinar os casos e/ou pacientes que podem receber esse tipo de atendimento remoto.

Essa decisão, porém, deve se basear em evidências científicas, visando beneficiar e garantir a segurança do indivíduo.

É preciso respeitar a infraestrutura tecnológica física, os recursos humanos e os materiais adequado. Além disso, garantir a integridade dos dados fornecidos pelo paciente, mantendo a confidencialidade e sigilo – que naturalmente é inerente à profissão.

Como funciona o telemonitoramento de pacientes crônicos?

Essa técnica tem como objetivo principal oferecer um tratamento mais próximo e personalizado a pacientes que sofrem de doenças crônicas, como diabetes e problemas cardiovasculares.

Desta forma, é possível proporcionar mais qualidade e expectativa de vida a eles, no momento em que contam com um profissional sempre à disposição – mesmo que de forma remota.

Os portadores desse tipo de doença, na maioria das vezes, possuem quadros com desenvolvimento lento e de longa duração, podendo ter ou não cura.

Logo, é essencial monitorá-los para oferecer um tratamento mais certeiro, com os menores prejuízos possíveis à saúde.

O telemonitoramento de pacientes crônicos funciona como se fosse uma central de atendimento, ao estilo telemarketing.

A única diferença é que ele conta com uma equipe de profissionais do outro lado, que fica responsável por entrar em contato com os pacientes e controlar diversos fatores relacionados ao tratamento, como:

    Horários da medicação;Intensidade dos sintomas;Realização dos exames periódicos;Datas de retorno às consultas.

Para que o acompanhamento ocorra, é utilizado um software especializado em gestão de medicina preventiva. Nele, o profissional consegue monitorar o histórico do paciente, bem como acompanhar sua evolução em tempo real.

Quais são os principais dados para coleta?

Os dados coletados e monitorados dependem do paciente ou da doença que possui. No caso de uma pessoa diabética, por exemplo, será preciso conferir com frequência os dados de glicose no sangue.

Claro que existem algumas informações que são comuns a todos, como:

    Temperatura corporal;Frequência cardíaca e respiratória;Níveis de glicemia sanguínea;Ritmo cardíaco;Posição corporal;Níveis de oxigênio.

Para isso, são realizadas medições frequentes, graças a disposição de equipamentos no paciente, que permitem esse controle.

É possível realizar desde gasometria e oximetria até exames mais específicos, como eletrocardiograma domiciliar.

O telemonitoramento de pacientes crônicos também realiza uma espécie de reeducação. No caso, são enviados conteúdos que ajudam na sua adaptação ao novo estilo de vida.

Logo, pode-se dizer que esse serviço verifica as necessidades dos pacientes crônicos, indica a melhor forma de tratamento e avalia os resultados em tempo real. Tudo isso com o intuito de garantir sua qualidade de vida e evitar hospitalizações.

Principais benefícios do telemonitoramento de pacientes crônicos

Com o telemonitoramento é possível coletar dados à distância e oferecer um serviço personalizado.

O telemonitoramento é uma prática de baixo custo, o que facilita sua implantação por parte de clínicas e até hospitais.

Ao mesmo tempo, costuma ser de fácil aceitação por parte dos pacientes – especialmente aqueles habituados a utilizar tecnologias.

Isso porque oferece a comodidade de estar sendo acompanhado por um profissional especializado, seja em domicílio ou na UTI.

Ele também transmite segurança, visto que os dados armazenados não podem ser compartilhados sem o consentimento dos pacientes.

Essa é uma determinação do CFM, que exige que seja adotada a confidencialidade tanto na transmissão como no recebimento dessas informações.

Na prática, ele vem apresentando resultados satisfatórios, especialmente na redução das taxas de reinternação.

Junto a isso, os portadores de doenças crônicas estão aprendendo a conviver melhor com o problema, especialmente porque notam um ganho de qualidade de vida.

Para os médicos que desejam oferecer essa modalidade, é importante ter ciência que ele reduz os custos assistenciais da clínica, tendo em vista que passa a atuar de forma mais precisa e preventiva, evitando a realização de intervenções mais complexas.

É essencial, ainda, reiterar que o telemonitoramento em pacientes crônicos pode salvar vidas. Quem sofre de hipertensão e não adota medidas preventivas pode evoluir para uma insuficiência cardíaca e um infarto, por exemplo.

Já os diabéticos que não controlam suas taxas de glicose estão mais sujeitos a serem acometidos por outros distúrbios, como:

    Problemas de visão;Doenças renais;Doença arterial periférica;Úlceras;Infecções.

Qual a importância da telemedicina para o médico?

O trabalho do médico ganha ainda mais força através da telemedicina. Isso porque ele pode oferecer seus cuidados especializados a um número maior de pessoas – a custos reduzidos.

Nessa modalidade, é muito mais fácil trocar informações com outros serviços de saúde. Consequentemente, consegue tomar decisões mais assertivas.

As chances de participar de programas educacionais de qualquer cidade, estado ou país também se elevam.

Logo, os conhecimentos se aprimoram e podem ser compartilhados, visando um sistema de saúde ainda mais capacitado e eficiente.

Outro detalhe é que o médico não perde tempo com trânsito, por exemplo. Isso significa que pode ocupar melhor o seu tempo, podendo atender uma quantidade maior de pacientes devido a flexibilidade da agenda.

Procure uma clínica que ofereça teleconsulta e telemonitoramento!

Para oferecer um serviço de telemedicina eficiente, a clínica precisa contar com as tecnologias necessárias para armazenar os dados e realizar as videoconferências com os pacientes.

A plataforma de telemedicina deve ser composta por 3 ferramentas integradas:

    Telediagnóstico com laudo à distância;Teleconsulta e telemonitoramento;Prontuário eletrônico do paciente em nuvem.

A Telemedicina Morsch atua desde 2005 exclusivamente oferecendo telemedicina. Para isso, possui uma equipe completa de especialistas, incluindo:

    Cardiologista;Neurologista;Pneumologista;Radiologista.

Além disso, está sempre acompanhando as principais inovações tecnológicas, para ampliar as funcionalidades e a dinâmica dos seus atendimentos remotos.

Principais diferenciais dos serviços Telemedicina Morsch

    Telemedicina em nuvem: Não é preciso instalar qualquer programa no computador. Todo serviço está disponível em uma plataforma em nuvem, cujo acesso é realizado utilizando um login e senha disponibilizados;Laudos rápidos: É possível ter acesso aos laudos em aproximadamente 30 minutos. Em caso de urgência, a entrega é feita em tempo real.Relatórios e estatísticas: Os laudos dos exames de cada paciente ficam armazenados na central de telemedicina, podendo ser gerados relatórios e estatísticas para consulta ou impressão;Suporte e treinamento: A clínica oferece suporte técnico e científico, assim como treinamento contínuo para novos funcionários que estejam realizando o acesso;Planos pré-pagos: A Telemedicina Morsch não cobra mensalidade, mas sim por exame avaliado. Logo, basta enviar os dados do serviço para receber o login e senha de acesso, comprar créditos e enviar os exames que se deseja obter uma análise precisa;Respaldo legal: Todos os laudos emitidos possuem certificação digital A1, o que garante altos níveis de segurança e confiabilidade jurídica;Cobertura total: Os especialistas da clínica emitem laudos em todo território nacional, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ou seja: quando você precisar de auxílio, terá uma equipe a sua disposição.

A Telemedicina Morsch está sempre pronta para auxiliar médicos de qualquer local do Brasil que desejam oferecer um diagnóstico preciso aos seus pacientes, bem como um monitoramento próximo e humanizado.

Gostou de saber como funcionam a teleconsulta e o telemonitoramento? Continue no nosso blog e leia mais conteúdos do universo da telemedicina. Para saber mais sobre os nossos serviços, acesse o nosso site!

Este artigo foi originalmente publicado em https://telemedicinamorsch.com.br/blog/teleconsulta-telemonitoramento-como-funciona

00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
Mobil uygulamamızı indirdiniz mi? Hemen indir