PRONTUÁRIO ELETRÔNICO, TELECONSULTA E TELEDIAGNÓSTICO NA MESMA PLATAFORMA

Para entender a importância de aliar o prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico, explicarei a seguir o conceito de cada um desses recursos.

O prontuário eletrônico é um dos principais documentos disponíveis para os médicos que atuam com a telemedicina.

É ele que orienta os profissionais no momento de promover o diagnóstico preciso e de cuidar da saúde do paciente como um todo.

Para que ele tenha precisão, é essencial que esse recurso esteja disposto na mesma plataforma onde estão armazenadas as informações relativas aos serviços de teleconsulta e telediagnóstico.

Isso porque, além de facilitar a rotina do profissional otimizando o seu tempo, também permite que eles possam atender um número maior de pessoas, mesmo que à longa distância.

Neste conteúdo, mostrarei as vantagens da integração entre prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico.. Também trarei as informações que não podem ser deixadas de lado ao preencher um prontuário e, ainda, porque oferecer telemedicina pode ser um diferencial para a carreira de um médico.

Boa leitura!

Prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico: o que são?

Prontuário eletrônico

Ele nada mais é do que o prontuário médico digital. Ou seja, é um conjunto de documentos que conta com o histórico de atendimento de um paciente que pode ser acessado de forma virtual.

Nele, é possível armazenar arquivos como:

    Atestados;Laudos de exames;Prescrição médica.

Por se tratarem de informações básicas a respeito do paciente e sua saúde, sem esse recurso, o atendimento e o tratamento pode ficar comprometido.

Até pouco tempo atrás essas informações eram majoritariamente registradas em papel, o que prejudicava a organização dos dados, bem como a sua atualização e manuseio.

Com o avanço da tecnologia e da telemedicina, porém, esses transtornos foram eliminados.

Afinal, foi criado o prontuário eletrônico, que, ao ser inserido em uma plataforma e ferramenta moderna e criada especificamente para essa finalidade, se tornou de fácil acesso e compartilhamento.

Teleconsulta

A teleconsulta é o nome dado à modalidade de atendimento médico remoto oferecido a pacientes que não podem ser atendidos de forma presencial – seja pela distância ou por fazer parte do grupo de risco para determinada doença (como no caso do COVID-19).

Para realizar essa consulta, especialista e paciente se encontram em uma sala virtual criada dentro de uma Plataforma de Telemedicina em nuvem, onde constam ferramentas como videochamada e o próprio prontuário eletrônico.

As principais vantagens da teleconsulta são:

    Eliminação da distância;Diagnósticos mais precisos;Segurança da informação, tendo em vista que as informações são armazenadas seguindo a regra de confidencialidade;Agilidade no tratamento dos indivíduos;Redução de custos de operação nas clínicas, com a eliminação dos gastos relacionados ao atendimento físico.

Telediagnóstico

Já o telediagnóstico é definido pela legislação como um “serviço autônomo que utiliza as tecnologias da informação e comunicação para realizar serviços de apoio ao diagnóstico”.

Ou seja, ele consiste na avaliação de exames médicos também à distância, não necessitando que o paciente esteja fisicamente próximo do especialista.

Segundo um estudo, 95% dos clínicos que atendem presencialmente consideram o telediagnóstico uma ferramenta satisfatória.

Uma das justificativas para esse alto índice é que as novas tecnologias garantem a segurança dos dados, bem como uma melhor definição das imagens e interação entre médicos.

Logo, juntamente com o prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico são recursos que otimizam o tempo e o desempenho de médicos e enfermeiros.

Sem falar que, ainda, possibilitam que o atendimento seja oferecido a uma quantidade maior de pacientes, independentemente da cidade ou estado que residem.

Qual a relação entre prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico?

As três ferramentas costumam estar integradas dentro da Plataforma de Telemedicina.

De forma geral, prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico são recursos essenciais e complementares quando se deseja oferecer um atendimento eficiente para pacientes ou para clínicas e médicos das demais especialidades.

Eles também são serviços que fazem parte da chamada telessaúde.

Telessaúde é um sistema amplo de prestação de serviços à distância que não deve ser confundido com telemedicina, que, na verdade, é uma parte importante dela.

Isso porque a telessaúde também está presente na educação, por meio da tele-educação sanitária, bem como em:

    Administração e gestão de unidades de saúde;Saúde em geral;Redes de investigação e tele-epidemiologia.

Enquanto a telemedicina consiste no uso de recursos tecnológicos para otimizar o diagnóstico e o atendimento médico do paciente, na prática.

Mais agilidade, segurança e precisão: conheça as vantagens em integrar os principais serviços da telemedicina

Vantagens da integração do prontuário eletrônico, teleconsulta e telediagnóstico

Quando os três recursos estão disponíveis em uma única plataforma, é possível oferecer um atendimento completo com mais agilidade e segurança.

Nesse cenário, o prontuário eletrônico é de extrema importância, pois é nele que todas as informações clínicas do paciente ficam registradas e disponíveis aos profissionais envolvidos, permitindo um acompanhamento mais próximo e eficiente.

Isso significa que as informações colhidas através da teleconsulta e do telediagnóstico ficam armazenados no prontuário eletrônico, permitindo que sejam visualizados sempre que necessário. Logo, essa integração oferece facilidade no dia a dia do profissional.

Além disso, permite realizar outro serviço essencial na telemedicina: o telemonitoramento.

Trata-se de um recurso importante para garantir a manutenção e estabilidade da saúde do paciente, pois consiste em acompanhar o seu estado clínico ao longo de todo o tratamento.

Porém, para que esses benefícios sejam percebidos, é essencial que o prontuário do paciente seja preenchido adequadamente. Ao longo deste conteúdo, abordarei quais informações não podem faltar nesse documento.

Qual a importância do prontuário eletrônico?

Além de tornar muito mais fácil e organizado o acesso às informações do paciente, o prontuário eletrônico facilita o compartilhamento entre médicos e entidades de saúde.

Para entender esse fator, é importante explicar que a telemedicina pode ser praticada de duas formas principais:

    Entre médico e paciente: O paciente sozinho procura o especialista para que ele realize a consulta clínica e acompanhe o seu caso. Ou seja, a comunicação é direta, não havendo a mediação de outro médico ou profissional da saúde;Entre médicos: É quando clínicos gerais, por exemplo, procuram assistência de um especialista para conseguirem realizar um diagnóstico preciso dos seus pacientes, seja pedindo uma segunda opinião sobre exame, sugestão sobre o uso de determinado medicamento ou orientação sobre um procedimento específico.

Benefícios do prontuário eletrônico

Através do prontuário eletrônico, equipes de consultórios, hospitais e clínicas também conseguem ter acesso às informações completas dos pacientes.

Tudo de forma simples e segura, mediante uso de senhas e outros mecanismos de proteção – tendo em vista que os dados são confidenciais.

Outro benefício importante do prontuário eletrônico é o fato de contribuir para avaliações, diagnósticos e decisões mais assertivas.

Isso porque esse documento serve como um histórico de saúde do indivíduo, mostrando suas queixas, lesões, internações e outros dados relevantes.

Essas informações são facilmente encontradas e podem ser cruzadas entre si para que seja encontrada a abordagem mais adequada.

Um profissional pode visualizar, por exemplo, se o paciente possui fatores de risco para doenças cardiovasculares antes de indicar determinado medicamento, como um que seja altamente estimulante.

Com esse dado, ele pode alterar sua prescrição antes de gerar problemas ainda mais graves no funcionamento do coração.

É importante reiterar que essa troca de informações pode ser feita entre especialistas de diferentes áreas, tornando, assim, o tratamento multidisciplinar e completo.

Portanto, o objetivo do prontuário eletrônico é justamente este: permitir a comunicação entre profissionais de saúde, garantindo a continuidade do tratamento e promovendo uma vida saudável ao paciente.

Em caso de suspeita de erro médico, o prontuário eletrônico também pode ser utilizado pelas autoridades para verificar se houve, de fato, negligência ou imprudência.

Principais funcionalidades do prontuário eletrônico

É possível realizar diversas atividades através desse recurso. Selecionei as que considero mais importantes. São as seguintes:

    Agenda de consultas e procedimentos presenciais;Agenda de teleconsultas;Multi-agenda dos médicos;Cadastro geral dos pacientes;Histórico completo de cada paciente;Prescrição eletrônica integrada com as farmácias;Faturamento TISS;Tabela TUSS;CID;Chat interno;Envio de e-mail para os pacientes;Bulário online;Fluxo de caixa completo;Repasse financeiro para os médicos;Relatórios;Estoque.

Saiba quais informações são essenciais para um prontuário eletrônico completo

O que deve constar no prontuário do paciente?

O prontuário médico é obrigatório e deve conter alguns itens em especial – segundo a Resolução CFM 1638/2002.

Os tópicos que obrigatoriamente devem ser preenchidos no prontuário eletrônico e, consequentemente, também no de papel, são:

Identificação do paciente

Nessa área, contém os dados básicos que permitem a identificação da pessoa, bem como facilita no caso de uma posterior pesquisa. Ela deve conter informações como:

    Nome completo;Data de nascimento;Sexo;Naturalidade;Endereço completo.

Anamnese

É uma espécie de entrevista com o paciente, na qual são informadas as principais queixas, sintomas e fatores que podem desencadear no surgimento de doenças.

É considerada a primeira etapa da avaliação clínica e tem como objetivo auxiliar no diagnóstico e na conduta que será futuramente adotada. Aqui, estão incluídos:

    Exames físicos;Hipótese diagnóstica;Plano terapêutico, que inclui as recomendações e prescrições medicamentosas.

Laudos de exames

Devem ser registrados no laudo médico todos os pedidos e resultados de exames que tenham sido solicitados visando confirmar a suspeita clínica.

Eles devem, ainda, ser assinados por um especialista da área em questão, comprovando que a análise foi realizada adequadamente.

Prescrição médica

Popularmente conhecida como receita, trata-se de um documento onde estão descritas as recomendações médicas e, portanto, serve como registro do tratamento adotado.

Evolução médica

Nessa parte do prontuário eletrônico, o profissional que prestou o atendimento descreve os procedimentos realizados, especificando data e hora.

Com isso, eles ficam dispostos em uma espécie de histórico, permitindo um controle mais preciso de tudo que foi realizado ao longo do atendimento.

Termos de consentimento

Para realizar qualquer procedimento de saúde, o paciente preencher um termo de autorização – que deve ser assinado, anexado e arquivado no seu prontuário eletrônico.

Documentos diversos

Quanto mais completo o prontuário do paciente for, mais útil ele se torna para abordagens futuras.

Logo, é essencial adicionar os mais variados documentos, o que inclui:

    Imagens obtidas em testes de diagnóstico;Fichas relativas à marcação de consultas;Demais atendimentos prestados.

Sumário de transferência, alta ou óbito

Esses documentos informam a conclusão de uma parte ou de todo o tratamento ou então o falecimento do paciente.

Qual a importância de oferecer telemedicina?

Os médicos que resolverem oferecer serviço de telemedicina podem se beneficiar de diversas maneiras.

Primeiro, eles poderão expandir o seu atendimento para mais pessoas, eliminando os limites territoriais.

Ou seja, ele passa a oferecer assistência globalizada e acessível, dispensando a necessidade de locomoção.

Através da telemedicina, é possível oferecer um atendimento ainda mais especializado e diagnósticos precisos, tendo em vista que a troca de conhecimentos com outros profissionais fica facilitado.

A segurança das informações é outra vantagem, a partir do momento em que elas são devidamente protegidas – o que também é um atrativo para os pacientes.

Mas como oferecer telemedicina, na prática? É preciso contar com as ferramentas adequadas – que podem ser adquiridas através de um parceiro que seja referência no mercado.

Por que a Telemedicina Morsch é o parceiro ideal para você?

Contando com especialistas de diversas áreas, como pneumologia, neurologia e cardiologia, a Telemedicina Morsch elimina a necessidade de clínicas e hospitais contratarem profissionais para interpretar exames específicos, por exemplo.

Ela conta com uma plataforma completa e com total integração com o prontuário eletrônico, mantendo todas as informações registradas e seguras.

Um dos seus diferenciais é o fato de disponibilizar laudos à distância em até 30 minutos, sendo que os pedidos urgentes ficam prontos em tempo real.

Logo, garante agilidade ao serviço do médico e uma resposta rápida e assertiva junto aos pacientes.

Outros benefícios oferecidos pela Telemedicina Morsch são:

    Telemedicina em nuvem, não sendo preciso instalar programas no seu computador;Confiabilidade, pois todos os especialistas são credenciados ao Conselho Federal de Medicina (CFM);Suporte e treinamento contínuos, garantindo o pleno uso das funcionalidades da plataforma;Geração de relatórios e estatísticas, que podem ser impressos ou apenas conferidos;Todos os laudos possuem certificação digital A1, garantindo altos níveis de segurança e confiabilidade jurídica;Emissão de laudos 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Além disso, é importante destacar que a Morsch atua desde 2005 nesse segmento e já atendeu a mais de 700 clínicas em todo o Brasil.

Vale ressaltar que a Telemedicina Morsch chega a entregar cerca de 20 mil laudos médicos mensalmente, demonstrando o respaldo técnico que tem no mercado.

Acesse o nosso site e veja outros motivos para escolher a nossa telemedicina.

Acompanhe nosso blog para mais ler mais conteúdos sobre a área, equipamentos médicos, resultados de exames e muito mais!

Este artigo foi originalmente publicado em https://telemedicinamorsch.com.br/blog/prontuario-eletronico-teleconsulta-telediagnostico

00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
00
Mobil uygulamamızı indirdiniz mi? Hemen indir