VÍDEO: Exército dá 80 tiros por engano em carro de família, homem morre

VÍDEO: Exército dá 80 tiros por engano em carro de família, homem morre

VÍDEO: Exército dá 80 tiros por engano em carro de família, homem morre

Foto: Divulgação

RIO - Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, foi morto pelo Exército nesse domingo. Ele estava dirigindo um carro com sua família dentro, incluindo o seu filho de 7 anos, eles iriam para um chá de bebê. De acordo com delegado, tudo indica que os mais de 80 tiros disparados contra o veículo foram por engano. Os militares deram versões inconsistentes.

Havia 5 pessoas no carro, Evaldo, que foi morto, sua esposa, seu filho de sete anos e uma mulher. O sogro da vítima também estava no veículo e acabou baleado, tende de ir para o hospital. Além disso, um pedestre ficou ferido ao tentar ajudar. O caso ocorreu em Guadalupe, Zona Oeste do Rio, duas pessoas se feriram.

Após o caso, muitos moradores se revoltaram e o Exército teve dificuldade para realizar a perícia no local, sendo assim, a Polícia Civil foi quem fez.

As testemunhas afirmaram que os militares atiraram no veículo da família por engano, o CML (Comando Militar do Leste) afirmou que havia respondido a uma “injusta agressão” e chamou as vítimas de assaltantes, porém, não foram encontradas armas com a família.

Mais tarde, a CML disse que o caso estava sendo investigado e que estava auxiliando no processo. A mulher que estava no carro, amiga da família, afirmou que não houve qualquer tipo de manifestação dos militares, eles só chegaram atirando.

VÍDEO: Exército dá 80 tiros por engano em carro de família, homem morre

A mulher que não quis se identificar afirmou para a TV GLOBO:

“Eu não vi onde foi o tiro, mas eu acho que foi nas costas. só que a gente pensou que ele tinha desmaiado no volante (...) A gente saiu do carro, eu corri com a criança e ela também. A gente saiu do carro, e mesmo assim eles continuaram atirando”

No vídeo é possível ver o desespero da esposa de Evaldo, saindo com as mãos na cabeça. A amiga da família ainda disse:

“Não tinha blitz, não tinha arrastão, não tinha vestígio de nada, tava normal. A gente tá sem entender até agora”

O delegado Leandro Salgado, da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro afirmou neste domingo que “tudo indica” que os militares se confundiram e atiraram no veículo de Evaldo por engano.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
Aplicativo brasileiro que traduz português para Libras é premiado no Google
2.
Homem é sequestrado após dar calote e não pagar conta em bordel
3.
Jovem com deficiência e familiares são agredidos por PM's em comemoração de crisma
4.
Chico Buarque vence Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa
5.
Homem esquece aliança em casa e recebe mensagem enigmática
6.
“Quem discorda do Bolsonaro é comunista” Kim Kataguiri critica presidente
7.
Desigualdade de renda atinge maior nível já registrado, afirma FGV/IBRE
8.
“Tudo pequenininho aí?” Bolsonaro fala com japonês sobre o PIB brasileiro
9.
VÍDEO: Cachorro impaciente aperta buzina ao ser deixado esperando no carro
10.
Professor de Jiu-jitsu é morto pela polícia a caminho do trabalho
500x500
500x500