Vovó-torcedora de 99 anos é pé quente em dia de milagre dos Vikings na NFL

9milagre de Minneapolis10

Disposto a estar no Superbowl do dia 4 de fevereiro, marcado para sua casa em Minneapolis, os Vikings chegaram a abrir 17 a 0 no primeiro tempo contra os Saints. Mas houve a reação já no terceiro período, uma virada improvável para 21 a 20, até os donos da casa novamente dominarem o placar com 23 a 21.

Com menos de dois minutos no placar, os Saints conseguiram atravessar o campo e, restando apenas 29 segundos, mais uma vez calaram a lotada arena. O Field Goal de Lutz fez os Saints abrirem 24 a 23 e comemorarem a vitória antes da hora. Seus jogadores já se abraçavam, sorriam, pulavam.

Afinal de contas, com apenas um tempo a pedir e nenhum passe para touchdown no jogo, dificilmente o quarterback Case Keenum conseguiria tirar coelho da cartola. Pois bem, ele acertou um passe e errou dois. Faltavam 10 segundos e poucos acreditavam. Era a última jogada da partida, possivelmente. Num silêncio daqueles, o imponderável aconteceu.

Keenum lançou bola longa para Stefon Diggs, que pulou alto, ganhou do marcador e girou para correr em direção ao touchdown da vitória. Inacreditável, de fazer qualquer amante de esportes chorar.

Os Vikings vão estar na final da KFC, diante dos Eagles, na Filadélfia, no próximo domingo. Com novo triunfo, concretização o sonho de chegar ao Superbowl. Está perto, para alegria de sua imensa torcida, e da vovó Millie Wall, por diversas vezes mostrada nas arquibancadas.

0