Weintraub afirma que os pais de aluno que agredir professor devem ser processados

Weintraub afirma que os pais de aluno que agredir professor devem ser processados

Paulo24
Autor Paulo24
Política
Coleção Política
Weintraub afirma que os pais de aluno que agredir professor devem ser processados

Em entrevista concedida para o Estado de S. Paulo, Abranham Weintraub, novo ministro da educação, afirmou que se um professor for agredido por um aluno, deve chamar a polícia. Ele ainda afirmou que os pais desse infrator devem ser processados, podendo perder a guarda do jovem, e o Bolsa Família, caso possuam.

Weintraub é um crítico do “marxismo cultural”, segundo ele, isso deve ser combatido. O ministro afirmou que irá controlar todo o MEC (Ministério da Educação) desde o ENEM até os livros didáticos.

O ministro afirmou que já recebeu o aval de Jair Bolsonaro para fazer as demissões que julgar necessárias, e que já até sabe quais nomes irão ser desligados do ministério.

Na questão envolvendo a violência na sala de aula, Weintraub afirmou:

“No curto prazo, não faremos nada nesse aspecto. Mas sou a favor de seguir a lei. Se o aluno agride, o professor tem de fazer boletim de ocorrência. Chama a polícia, os pais vão ser processados e, no limite, tem que tirar o Bolsa Família dos pais e até a tutela do filho. A gente não tem que inventar a roda. Tem que cumprir a Constituição e as leis ou caminhamos para a barbárie. Hoje há muito o “deixa disso", “coitado". O coitado está agredindo o professor. Tem que registrar, o pai tem que ser punido. Se não corrigir, tira a tutela da criança. Se o professor alega que ele não tem apoio do Estado, um recado: o Estado somos nós”

Bolsonaro afirmou que iria supervisionar as questões do ENEM previamente, o novo ministro afirmou que irá sugerir que o presidente não faça isso, pois ele próprio o fará.

“Falarei que garanto que não haverá nenhum problema. Se sair um Enem todo errado, todo torto, sou o culpado e o presidente tem de me dar reprimenda ou me tirar do cargo. É assim que funciona. O presidente tem 22 ministros. Ele sentiu que havia um problema no MEC e se deslocou para essa área. Mas não deveria perder tempo vendo questões do Enem”

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.
Um ovo custa o mesmo que 93,3 milhões de litros de gasolina na Venezuela
2.
Vencedor de concurso de física é na verdade um ator pornô 
3.
Mineira irá se casar com ela mesma em cerimônia no domingo
4.
Janaína Paschoal critica sanidade mental de Bolsonaro e ameaça deixar PSL
5.
Conheça a vida triste, secreta e repressiva dos médicos cubanos
6.
O brasileiro não tem um dia de paz: Versão brasileira de Shallow gera memes
7.
VÍDEO: Empresária acorda moradora de rua com balde d’água e gera revolta
8.
Mulher se cansa de vizinhos “intrometidos” e faz uma faixa hilária
9.
Maior corte da Educação nos últimos 5 anos foi feito por Dilma, em 2015
10.
Há indícios claros de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro, afirma MP
500x500
500x500